Cidade

A Promotoria de Justiça Especializada de Dom Pedrito ajuizou ação civil pública (ACP), no âmbito de inquérito civil instaurado para apurar supostos atos de improbidade administrativa praticados por um enfermeiro do Hospital São Luiz (foto) e Pronto Socorro, em que requer providências do estabelecimento de saúde e a condenação do investigado. Conforme a apuração, o servidor poderia ter feito uso de cocaína e negociou a compra do entorpecente durante o expediente, colocando em risco os pacientes.

O inquérito civil que originou a ACP foi instaurado a partir de relatório circunstanciado encaminhado pela Polícia Civil. Na ACP, o Ministério Público requer que o hospital seja intimado e se manifeste sobre o eventual afastamento do enfermeiro das atividades laborais, devendo informar sobre o tratamento para drogadição e também sobre recomendação médica para retorno ao trabalho sem trazer risco aos pacientes.

Via: Assessoria de Comunicação/Ministério Público 


Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads