Greve: em mais uma manifestação, professores vão ao Legislativo - FOLHA DA CIDADE

Ultimas

Post Top Ads

Post Ads

26 de novembro de 2019

Greve: em mais uma manifestação, professores vão ao Legislativo

Fotos: divulgação

Professores da rede estadual compareceram ao Legislativo, durante a sessão realizada na noite desta segunda-feira (25), em mais uma atividade realizada pelo movimento grevista no município. Na ocasião, os parlamentares ouviram os servidores, que solicitaram apoio através de intermediação junto aos deputados estaduais. Também foi entregue uma carta (leia o conteúdo na íntegra, abaixo).

O governo começou a notificar as escolas para que realizem o corte do ponto dos professores que participarem da greve do magistério estadual. O Cpers/Sindicato realiza assembleia geral às 13h30 de hoje, na Praça da Matriz, em Porto Alegre, para deliberar sobre o rumo do movimento grevista.

Leia a carta entrega aos vereadores:

Dom Pedrito, 25 de novembro de 2019.

Diante da grave crise que, magistério e servidores de escolas, vimos enfrentando nos últimos anos com parcelamentos e atrasos salariais e, principalmente, agora, quando o Governo Eduardo Leite, além, de manter essa trágica situação, resolve enviar à AL um pacote de medidas que destrói as carreiras profissionais, conquistadas através de árduas e duras lutas, travadas ao longo dos anos, não se teve outra opção a não ser partir para uma GREVE GERAL.

Não cabe aqui, elencar todas as justificativas que levou as categorias denominar esse pacote de medidas de “Pacote da Morte”, pois se faz do conhecimento da classe política e da comunidade em geral, devido a ampla divulgação na mídia formal e redes sociais.

Isso posto, vimos, por meio desta, agradecer a esta egrégia Casa Legislativa, pela totalidade de seus Edis, pelo apoio recebido em nossas ações e mobilizações, assim como, pela louvável atitude de aprovar, e enviar ao Governador do Estado do Rio Grande do Sul, a MOÇÃO DE REPÚDIO, de autoria da Vereadora Rosemeri Martins dos Santos, pelo pacote que enviou à Assembleia Legislativa, retirando direitos dos trabalhadores, acabando com os Planos de Carreiras do Magistério e Servidores de Escolas Gaúchos e, também, atingindo, gravemente, os vencimentos dos já aposentados.

Sabedores de que continuaremos contando com o apoio de todos em nossa justa luta em defesa da Escola Pública e da proteção de nossa profissão e de nossas famílias, despedimo-nos, cordialmente.





Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads