Cidade

A Justiça determinou nesta quarta-feira (16) que o Banrisul conceda empréstimos da antecipação do 13º salário a todos os servidores da Educação, mesmo os que tenham pendências financeiras com o banco.
A liminar foi concedida após ação do Cpers impetrada na Justiça em Porto Alegre. A decisão abrange apenas os servidores da Educação, entre ativos e inativos.

O juiz João Ricardo dos Santos Costa, da 16ª Vara Cível da Comarca de Porto Alegre, concedeu tutela provisória de urgência para que o banco efetue imediatamente o empréstimo, independentemente de qualquer restrição financeira, cadastro negativo, dívida ou demanda judicial.

A decisão também assegurou que o crédito pode ser solicitado mesmo após o dia 30 de dezembro, prazo que foi estipulado pelo Banrisul.

Em caso de descumprimento, a liminar define multa de R$ 10 mil para cada situação identificada de negativa. 

O pedido liminar foi feito nessa terça-feira (15), primeiro dia de disponibilidade da linha de crédito. De acordo com o Cpers, diversos representantes da categoria relataram dificuldades com a operação, especialmente aqueles com restrição de crédito, inadimplência e ações ajuizadas contra o banco. "O congelamento de salários por seis anos e os cortes de direitos e vantagens levam educadores(as) a contraírem sucessivos endividamentos, já que muitos são obrigados a “comprar” a própria remuneração com juros no início de cada mês, esgotando suas opções de crédito junto ao banco", afirma o sindicato, em nota.

Jornal do Comércio 


Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads