Cidade

Facões utilizados por Cardoso


Conforme acusação, Rodrigo Gomes Cardoso, na madrugada do dia 30 de janeiro, entrou na residência da vítima, localizada na rua Júlio de Castilhos, bairro Getúlio Vargas, trancou a porta, segurou o morador pelo pescoço enquanto empunhava dois facões para roubar dinheiro, o que não se consumou em razão da intervenção da Brigada Militar. O Folha noticiou o fato. Na ocasião, ele foi preso em flagrante e recolhido ao Presídio Estadual de Dom Pedrito.

Autoria

Rodrigo alegou que já conhecia a vítima, a qual lhe chamou para beber, tendo se desentendido com ela após pedir dinheiro, alegou que o idoso investiu contra ele, utilizando os facões, motivo pelo qual o segurou, bem como negou ter investido contra os policiais; a vítima afirma que o desconhecido ingressou na sua residência com o rosto coberto com uma camiseta preta e portando facão, quando exigiu a entrega de dinheiro, retirando de seu pulso um relógio, revistou a casa e lhe agrediu com golpes de facão, sendo preso pela BM; Um dos policiais contou que a casa estava trancada, visualizando o réu com o rosto coberto e segurando a vítima pelo pescoço na posse de um facão enquanto exigia dinheiro. Então, arrombaram a porta, sendo necessário o emprego de força física para contê-lo diante da resistência. 

Condenação

Nesta semana, Cardoso foi sentenciado a 10 anos e 8 meses de reclusão, com base no artigo 157 do Código Penal – subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência –, observado, também, os demais dispositivos. Como o réu já é reincidente, negou-se o direito de responder em liberdade. 

A sentença foi proferida pelo juiz Luis Filipe Lemos Almeida.

Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads