Cidade



Mais de 20 mil eleitores deverão comparecer às urnas no domingo, dia 15, dentre às 82 seções eleitorais distribuídas entre a cidade e a zona rural. A reportagem do Folha conversou com o chefe do Cartório Eleitoral, João Filho, que esclareceu algumas das principais dúvidas dos eleitores.

Estimativa de eleitores que deverão comparecer

É natural que em virtude da pandemia, muitos eleitores deixem de ir votar. “A princípio, uma abstenção maior, mas não sabemos precisar exatamente’, disse o chefe do Cartório, que, no entanto, estima em torno de 30% do eleitorado que deverá se abster.

Quociente eleitoral

Os vereadores são eleitos através do método “quociente eleitoral”, pelo qual se distribuem as cadeiras nas eleições. Pelos cálculos já realizados, o quociente deverá girar em torno de 1.800 votos, no entanto, se a abstenção for alta, o número deve cair.

Das 7h às 10h, votação preferencial para idosos

Não significa, no entanto, que os demais eleitores não poderão votar no referido horário. “Pode ser a seção esteja vazia, assim, as outras pessoas poderão votar”, esclareceu.

Tudo encaminhado para o pleito

Uma eleição histórica, que acontece em novembro e dentro de uma pandemia. O Cartório já está com tudo encaminhado, neste momento, os preparativos finais estão ocorrendo, mas com o cronograma inalterado.

Resultados na zona rural em tempo real

Pela primeira vez, os resultados das urnas do interior do município (Anna Riet Pinto, Sepé Tiaraju, Campo Seco, Torquato Severo, Três Vendas e Sucessão dos Moraes) serão transmitidos em tempo real do local de votação, sem necessidade de aguardar a urna chegar até a cidade. “Às 17h15 ou 17h30 no máximo, vamos ter os resultados desses locais”.

Obrigação de votar existe, mas quem não se sentir a vontade, não precisa comparecer

Muito embora a obrigação de votar seja constitucional e obrigatória, a pessoa que está no grupo de risco ou com sintomas gripais, não precisa comparecer, justificando posteriormente. “Se não tiver condições e não se achar confortável, pode, posteriormente, justificar”.

Não há mais seções no Sindicato Rural e no Clube Comercial

As seções que funcionavam nestes locais foram transferidas para as escolas Nossa Senhora do Horto (Sindicato Rural) e Urbano das Chagas (Clube Comercial). O que motivou a mudança, principalmente, foi a questão de acessibilidade.

Quem não fez recadastramento, poderá votar

O recadastramento eleitoral, onde se fazia a biometria, foi prorrogado para posterior a pandemia, em data a ser divulgada, assim, quem não fez o processo poderá votar normalmente domingo.

Eleitor deve votar e deixar local

O eleitor não deve permanecer no local do votação. O uso de máscara é obrigatório. O distanciamento deve ser observado. O eleitor, portando documento com foto, vai apresentá-lo ao mesário. O ideal é que cada um leve sua própria caneta, assinar o caderno, votar e deixar a seção, após higienizar as mãos. “O importante é seguir as orientações do presidente da mesa e do mesário (…) só precisa mostrar o documento, sem entregar ao mesário”, salientou João, complementando que em alguns casos, o eleitor deverá tirar a máscara, a pedido do mesário, para melhor identificá-lo.

Seções foram equalizadas

Devido ao tempo de vida útil das urnas, algumas foram envidas para outros estados, portanto, algumas seções foram equalizadas. Diante disso, alguns prédios terão os chamados “auxiliares de divulgação”, que vão orientar os eleitores com dúvidas.

Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads