Cidade

 Pela manhã desta sexta-feira, a provedoria da Santa Casa de Dom Pedrito promoveu uma entrevista coletiva, onde foi anunciado o risco de que a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pudesse suspender suas atividades, enquanto estrutura para atendimento de casos mais delicados, devido ao fim de período de credenciamento, que ocorreu no dia 18 de agosto - de lá para cá, a UTI era mantida com recursos da entidade, o que demandava alto empenho financeiro. 

Naquele momento, os gestores afirmavam que, pelo menos, em outubro, a instituição manteria o atendimento na UTI pois, mesmo sem o credenciamento, estava recebendo pacientes de outras cidades. O Governo do Estado, até aquele momento, pagaria conforme internações, o que garantiria o fôlego financeiro para o funcionamento. 

A boa notícia surgiu no final da tarde desta sexta: foi provado a proposta de prorrogação da UTI por mais 90 dias. " Já estamos com documento na mão, falta só publicação no Diário Oficial. Vão nos repassar R$ 1.440.000,00, pelos 90 dias", informou o provedor interino, Luiz André Freitas Bálsamo. 

Lembrando que a habilitação atual se dá em virtude da pandemia. A instituição busca habilitar a UTI permanentemente. 



Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads