Cidade


Vladimir dos Santos Simas, acusado de tentativa de homicídio, deverá ir a júri popular no dia 7 de julho. Este será o primeiro júri do ano. Os trabalhos estão sendo, aos poucos, retomados devido ao período de pandemia.

De acordo com o Ministério Público, na tarde do dia 12 de março de 2019, na rua Júlio de Castilhos, Vladimir soqueou José (vítima) até derrubá-lo ao solo, quando golpeou a cabeça da vítima com um capacete, já desfalecida, assumindo o risco de matar, o que não ocorreu pelo socorro e encaminhamento ao hospital local, após ter surpreendido José, atacando-o pelas costas enquanto a vítima tentava embarcar em sua moto. O crime foi motivado pela suposta relação extraconjugal que José mantinha com a ex-esposa de Vladimir.

A decisão, se Simas teve, ou não, a intenção de matar, caberá aos jurados. Os trabalhos serão presididos pelo juiz Luis Filipe Lemos Almeida. O Ministério Público será representado pelo promotor Leonardo Giron, enquanto na defesa do réu atuarão os advogados Gustavo Nagelstein e Paulo Henrique Nagelstein.


Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads