Cidade

O escritório municipal da Emater, através de seu Informativo Conjuntural publicado nesta segunda-feira (18) aponta o final das colheitas das principais culturas – arroz e soja – no município. Em relação a esta última, o documento aponta para significativas perdas, em virtude da estiagem que assola o município

O arroz chegou a 100% da área colhida. A produtividade foi boa, dentro da normalidade do município. O frio de fevereiro, segundo algumas informações coletadas, não prejudicou muito no rendimento, a qualidade do produto também é considerada boa.

Os preços continuam estáveis. As estradas estão em boas condições de trafegabilidade e a armazenagem está dando conta do volume colhido. Muitos produtores já estão lavando e consertando as máquinas. Algumas áreas estão com preparo de verão. Somente tem água armazenada aqueles produtores que não plantaram nesta safra. Se não chover em grande volume, a tendência é redução da área plantada que nos últimos anos pela conjuntura da fraca comercialização, diminuiu 10.000 hectares e o rio Santa Maria somente consegue irrigar 3.000 hectares.

Quanto a soja, 100% dos 120.000 hectares foram colhidos. As perdas são de 55%, se levarmos em consideração as expectativas iniciais de produção.

A média ficou em 1,32 toneladas por hectare.

Existem muitas incertezas com relação a próxima área a ser plantada, devido a muitos problemas climáticos da nossa região a irregularidade de nosso clima em um mesmo ciclo indo de enxurrada a seca severa. A área irrigada ainda é muito tímida.

Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads