Distanciamento controlado: Dom Pedrito é classificado como de baixo risco de contágio - FOLHA DA CIDADE

Ultimas

Post Top Ads

Post Ads

11 de maio de 2020

Distanciamento controlado: Dom Pedrito é classificado como de baixo risco de contágio

O governador Eduardo Leite apresentou no sábado (9), a consolidação do chamado Distanciamento Controlado. O Decreto nº 55.240, que estabelece o modelo, foi publicado neste domingo (10) e passou a valer oficialmente a partir da 0h de segunda-feira (11) em todo o território gaúcho. Baseado na segmentação regional e setorial, o Distanciamento Controlado prevê quatro níveis de restrições, representados por bandeiras nas cores amarela, laranja, vermelha e preta, que irão variar conforme a propagação da doença e a capacidade do sistema de saúde em cada uma das 20 regiões pré-determinadas.

Dom Pedrito está na região de agrupamento Bagé, ou R22, junto com os municípios de Aceguá, Candiota, Hulha Negra e Lavras do Sul. A região é considerada de médio/baixo risco de contágio. De acordo com os critérios, “encontra-se com alta capacidade do sistema de saúde e baixa propagação da doença”.

O Rio Grande do Sul foi dividido em 20 regiões e cada uma será avaliada por meio de 11 indicadores consolidados em dois grandes grupos com pesos iguais na definição final:

• propagação (velocidade do avanço, estágio da evolução e incidência de novos casos sobre a população);
• capacidade de atendimento (capacidade de atendimento e mudança da capacidade de atendimento).

Saiba o que significa cada bandeira
AMARELA – risco médio/baixo.
A região encontra-se com alta capacidade do sistema de saúde e baixa propagação da doença.

LARANJA – risco médio.
Significa que a região está com um dos dois cenários: média capacidade do sistema de saúde e baixa propagação do vírus ou alta capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus.

VERMELHA – risco alto.
A região encontra-se em um dos dois cenários: baixa capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus ou média/alta capacidade do sistema de saúde, porém alta propagação do vírus.

PRETA – risco altíssimo.
Região encontra-se com baixa capacidade do sistema de saúde e alta propagação do vírus.


Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads