18 de setembro de 2019

Preso por abigeato em julho é condenado pela Justiça



Luis Augusto Rosa Machado foi condenado a 3 anos e 6 meses de reclusão, em regime semiaberto, além de multa de R$3326,00. A sentença foi dada pelo juiz titular da 1ª Vara, Luis Filipe Lemos Almeida, em audiência realizada nesta terça-feira (17).

Machado foi preso pela Brigada Militar no dia 25 de julho pelo crime de abigeato. Na ocasião, a Brigada Militar recebeu denúncia anônima e deslocou até um campo próximo ao início da rua David Canabarro, na Vila Argeni, onde um indivíduo estaria abatendo uma ovelha. Os policiais flagraram  Machado. No momento em que percebeu a presença da Brigada, teria fugido, no entanto, acabou preso em flagrante. Os policiais ainda identificaram a vítima, proprietária da ovelha. Ele permaneceu preso desde então.

Na sentença, o magistrado observou que o Machado ostenta maus antecedentes, pois já foi condenado por furto. "Além de o ladrão ter ingressado no pátio de residência alheia, fato que por si já é crime independentemente de torpe motivo de furtar (art. 150 do CP), LUIS CARLOS ostenta 3 condenações por furtos (012/2.03.0000882-4, 012/2.07.0001193-8 e 012/2.07.00001270-5 – f. 103-9). Ademais, a ovelha era animal de estimação, criada com “mamadeira” desde o nascimento, chegando a vítima a se emocionar durante o depoimento, pois refere que nem por R$ 2 mil a venderia, pessoa igualmente pobre, mas com o diferencial de ser trabalhadora. Logo, não se pode confundir o desvalor da ação com o desvalor do resultado", observou Almeida.

A defesa manifestou desejo de recorrer da pena.

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top