25 de setembro de 2019

Prefeito de Bagé é afastado do Cargo pela Justiça


Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Procuradoria de Prefeitos, em conjunto com o Gaeco, cumpriu, nesta quarta-feira, 25, medida cautelar de afastamento, pelo prazo mínimo de 180 dias, de Divaldo Vieira Lara do exercício da função de prefeito municipal de Bagé, no processo cautelar de nº 70082704768. As informações são da Assessoria de Imprensa do Ministério Público.

A decisão do desembargador relator da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande Sul atende a pedido do Ministério Público e, além do afastamento do prefeito, mantém as medidas de afastamento dos ex-secretários Municipais de Finanças, José Otávio Ferrer Gonçalves, e do Meio Ambiente, Aroldo Quintana Garcia.

Em conjunto com o pedido cautelar, o Ministério Público ofereceu duas denúncias criminais envolvendo a prática de crimes licitatórios, crimes de responsabilidade, crimes de desvio de verbas públicas e organização criminosa.

Também foram denunciados a ex-diretora-geral da Câmara de Vereadores de Bagé, Carla Almeida Caetano Gonçalves, o empresário Ronaldo Burns Costa e Silva, a empresária Paula Lopes Groeger, o ex-diretor do Departamento de Águas e Esgotos de Bagé, Volmir Oliveira Silveira, o ex-secretário da Fazenda, Aurelino Brites Rocha, o servidor público municipal Giovani Soares de Morales, o funcionário público Glademir Silva Leal, o atual secretário Municipal do Meio Ambiente, Nael Abd Ali, o empresário Rogério dos Anjos Meirelles e o empresário Cassius Fagundes Reginatto.

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top