16 de fevereiro de 2019

Coluna Espírita


Regeneração

 Todos nós, para atender à lei de progresso e alcançarmos a felicidade verdadeira, necessitamos efetuar nossa regeneração, isto é, nos transformarmos para melhor. Isso nos parece extremamente difícil.
 Criaturas imortais, somos detentoras de diversas potencialidades, dependendo nosso progresso somente de nós.
 Para isso se faz necessário nos dedicarmos a conhecer nossos sentimentos mais profundamente para identificarmos aqueles que necessitam ser transformados.
 Um dos primeiros passos é analisarmos nossa forma de ser, revermos nossas atitudes, sentimentos e emoções.
 Identificada a presença de sentimentos negativos em nossa intimidade, para que consigamos eliminá-los é necessário aceitar que ainda somos imperfeitos.
 Refletir sobre suas manifestações e traçarmos um plano para eliminá-los, um a um.
 A partir de então, combater firmemente tal imperfeição em nós.

*   *   *

 Na medida em que erradicamos de nós o que nos faz mal, necessitamos investir naquilo que temos de bom, nas virtudes que já conquistamos, fortalecendo-as.
 Reconhecer que as aparências e modas ditadas pela sociedade, não nos enriquecem moralmente e não nos trazem a verdadeira felicidade.
 A riqueza que nos faz ricos são as riquezas espirituais que nos oferecem a paz verdadeira.
 O amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos é o que nos diferencia na multidão.
 Nossa regeneração se efetivará quando tirarmos a casca do homem velho, cheio de imperfeições, de preconceitos e deixarmos brilhar o homem novo, revestido do verdadeiro amor.
 Como isso se dará progressivamente, nos cabe trabalhar firmemente para sermos hoje melhores que ontem, e amanhã melhores do que hoje.
 Precisaremos promover, em nós, uma verdadeira revolução íntima.
 E, como o tempo parece se escoar entre nossos dedos, como areia fina, essa revolução tem que começar agora, hoje, não amanhã, nem depois.
 Quando nosso interesse se voltar para esse foco e nosso desejo se fortalecer, nossa mente se firmará no propósito abraçado.
 Portanto, empreguemos nosso tempo e esforço no sentido de realizarmos em nós essa gradativa e verdadeira transformação para melhor.

*   *   *

 Somos habitantes da Terra num momento muito especial.
 É comum ouvirmos que ela passa por uma grande transformação, de um mundo de provas e expiações para mundo de regeneração.
 Mas, para que ela melhore é necessário que cada um de nós se faça melhor, pois seremos nós, transformados, que transformaremos o mundo.
 E a única condição para merecermos permanecer como habitantes deste planeta é iniciarmos, o quanto antes, nosso aprimoramento moral e espiritual.
 Providenciando o autoconhecimento, com urgência, saberemos o que precisamos mudar.
 Praticando mais seguramente a fraternidade e o amor ao próximo, estaremos no caminho certo.
 Dessa forma, tudo é uma questão de escolha nossa, e que pode nos regenerar, permitindo-nos acompanhar a regeneração da Terra.
 A reforma íntima é um quesito urgente, e só depende da nossa decisão realizá-la.

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top