29 de janeiro de 2018

Corsan - Queda de pressão e odor na água geram reclamações


 Mais uma vez, os consumidores pedritenses enfrentaram dias quentes com falta de água ou queda na pressão em vários pontos da cidade. Depois da chuva de quarta-feira, um raio causou danos a equipamentos elétricos da Corsan, junto ao posto de bombas.

 De acordo com Cleber Machado, gerente da agência local, esse raio queimou um transformador e um inversor de corrente do primeiro recalque. Um dos equipamentos chegou a ser trocado, enquanto o outro era aguardado de Porto Alegre. Como consequência obvia, a cidade passou a ser abastecida, mais uma vez, somente pela Barragem da Serrinha, que como todos sabem, nos dias quentes, não consegue dar conta de todo o consumo gerado.

 As medidas adotadas pela Corsan depois dos últimos incidentes, como a colocação de uma bomba flutuante, com uma outra reserva e a reinstalação da bomba submersa, não impediram que um evento natural (raio), que, aliás, é de certa forma previsível, deixasse a cidade mais uma vez sem água.

 Equipamentos sobressalentes deveriam estar à disposição para que o impacto de avarias causadas por eventos da natureza, por exemplo, pudessem ser resolvidos de maneira mais eficiente. De qualquer forma, está explicado o que aconteceu.

 Como se não  bastasse este problema, outro , de maior repercussão gerou uma reclamação generalizada. Diversos pontos da cidade registraram um odor fétido na água que chegou até suas torneiras no fim de semana passado. O odor era tão forte que as pessoas o compararam à cheiro de esgoto. A fato é que nesta segunda-feira (29), nem a Corsan sabe explicar o que está acontecendo. Coincidência ou não, isto só foi registrado depois que a cidade ficou durante certo período sendo abastecida somente com a água da Barragem da Serrinha, porque dias antes um raio teria danificado equipamentos elétricos junto ao posto de bombas. Nesta manhã, nosso jornalismo fez contato com o gerente da Corsan em Dom Pedrito, Cleber Machado, que disse estar investigando as causas deste fato, mas até o momento não sabe afirmar o que teria causado este odor na água, que como dissemos, foi observado em várias partes da cidade.

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top