Vinhos, Aromas e Sabores

 O VINHO E SUA HISTÓRIA 

 Vinho: a derivação etimológica 
"Vinho" tem origem na palavra do sânscrito "vena", formada pela raiz ven ( amar, de onde provém Venus).
Esta palavra deu lugar a outras definições : "oinos", em grego; "vinum", em latim: "wein" e "wine" nas línguas germânicas  e anglosaxônicas.
O vinho é, portanto, historicamente para todas civilizações,  fonte de vida, de alegria, de amor e de vontade de viver. A Bíblia narra que Noé,  quando se preparava para cultivar a terra, "inciou plantando a videira". Como demonstram achados arqueológicos a vitis vinifera crescia espontaneamente nas florestas, já há 300.000 anos.
Os homens, além de dar a esta planta um significado místico, aprenderam rapidamente a obter o melhor de seus frutos.
Terrenos
Terrenos arenosos - Vinhos delicados, finos e perfumados mais resistentes à filoxera.
Terrenos vulcânicos - Vinho com retrogosto mineral
Terrenos pedregosos - Vinhos com alta graduação alcoólica e de elevada qualidade.
Terrenos argilosos - Vinhos ricos de coloração, aromáticos mas grosseiros e desarmônicos.
Cinco sentidos 
Vista - cor, tonalidades e perlage
Olfato - cheiros e  aromas através do retro- olfato
Gosto - sabores
Tato - sensações cutâneas na boca e na garganta
Ouvido - a diferente viscosidade cria diferentes sons durante o serviço.
Categorias de aromas
Aromas primários - diferentes para cada cepa
Aromas secundários - dependem da vinificação 
Aromas terciários - dependem do afinamento 
Principais perfumes - Erva, fruta, flores, especiarias, animal, madeira, mineral.
Avaliação tatil
Adstringente - é uma sensação de secura e aspereza devida à presença de tanino que reage com a mucina, uma proteína da saliva e atenua a salivação. Os taninos são destinados a decrescer com o tempo, porque com o envelhecimento do vinho precipitam. 
Pungente - é uma sensação dada pela presença de gás carbônico e é sentida como um beliscão.
Consistente - é uma percepção de viscosidade.
Variedades
 Cabernet Franc - aromas varietais/ vegetal marcado groselha e fruta vermelha com afinamento balsâmico tostado 
Cabernet Sauvignon - aromas varietais / fruta vermelha/ aromas pimentão/ groselha /estrutura e longevidade 
Merlot - aromas varietais / frutados, vegetais / com afinamento especiarias / elegante
Pinot Noir -  Aromas varietais/ cereja, frutas do bosque, menta
Syrah - aromas varietais / ameixa,  frutas do bosque, especiarias

Dom Pedrito, paixão natural
Beba vinhos, faça amigos
Viagem Dom Pedrito
Enoturismo  

Publicada na edição impressa de, 5 de outubro de 2019.

10 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom sua materia

lena silva disse...

Acompanho e aprendo lendo a coluna....vinhos aromas e sabores

Antonia disse...

Aprendendo e deliciando-me com as materias
Todos os finais de semana esperando

Maria Jussara disse...

Estou degustando mais vinhos depois de ler a coluna

Sergio disse...

Aprendendo

MATEUS KLEIN RINALDI disse...

Simples, claro, didático e instigante. Aprender sobre o vinho nos ajuda a fazer melhores escolhas. Parabéns.

Beti Klein disse...

Algumas pessoas dizem que para se tomar um bom vinho é necessário apenas ter dinheiro, mas sem conhecimento é difícil apreciar um bom vinho.
Na minha opinião oque faz toda diferencia é ter a companhia certa.

Unknown disse...


Materia muito interessante, cada vez mais apaixonada pelos vinhos !!

Ana Ambrósio disse...

Excelente matéria, fiquei curiosa em saber quais são as leveduras selecionadas acrescentadas ao mosto que garantem um desenvolvimento ideal do processo.

Ana Ambrósio disse...

Fantástica esta matéria, confesso que me deparei com termos que desconhecia, e fui me informar, de fato este mundo do vinho é complexo e fascinante.
Parabéns, ansiosa por saber mais.

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top