Vinhos, Aromas e Sabores - FOLHA DA CIDADE

Ultimas

Post Top Ads

Post Ads

Vinhos, Aromas e Sabores

   INVERNO: VAMOS APROVEITAR
   Aves - o leque dos pratos de aves é muito amplo, desde um enxuto franguinho grelhado com legumes até uma galinha d`angola ou um magret de canard. Com o perdão do trocadilho fácil, de um extremo a outro a harmonização muda da água para o vinho. E não é por estar preocupado com os glicídios e triglicerídios que o apreciador de vinho precisa abrir mão de sua bebida preferida. É só não exagerar, conselho, aliás, que vale para todos os momentos. Aqui entre nós, um peito de frango com legumes salteados não chega a ser uma iguaria, mas certamente ganha nova dimensão na companhia de um belo vinho.
Frango ao Curry - Riesling meio seco - Gewürztraminer
Aves com molhos e especiarias - Rosé frutado e elegante
Frango com molho picante - Sauvignon Blanc 
Pato assado - Rosé frutado elegante 


       HARMONIZAÇÃO, VINHO E COMIDA
       Aprimorar os conhecimentos sobre harmonização entre vinho e prato é uma forma fascinante de desenvolver a arte de bem viver.
Não há regras fixas para harmonização do vinho e comida, nem certo ou errado. Além disso, o gosto de cada pessoa prevalece sobre os demais fatores. Entretanto, a prática de harmonizar vinhos e comida é acima de tudo um exercício prazeroso, no qual algumas combinações podem valorizar simultaneamente o vinho e a comida. Isso se deve ao fato que os vinhos têm uma interação com a composição em glicídios, lipídios e protídios dos alimentos. As relações entre os pratos e os vinhos podem ser classificadas em ...
Harmonização passiva - Quando há ausência de relação.
Harmonização ativa - Quando ocorre reação. Essa harmonização pode ser positiva e negativa.
Harmonização positiva - A harmonização positiva pode ser evidenciada de várias maneiras.
Com atenuação unilateral - geralmente a atenuação de um carácter dominante. Os peixes, em geral, diminuem a acidez dos vinhos. Com atenuação recíproca - há uma atenuação da comida e do vinho. É o caso dos queijos azuis e dos vinhos licorosos, como os botrizados. 
Com exaltação unilateral - ocorre uma valorização do aroma e do bouquet do vinho de forma notável, que não existia antes. Com exaltação recíproca - tanto os predicados do alimento quanto o vinho são potencializados. Com similaridade e continuidade - nesse caso, os pratos e os vinhos possuem características similares e sua associação transmite continuidade sólida ao líquido e vice-versa.
Harmonização negativa - esse tipo de harmonização ocorre quando a qualidade do vinho é diminuída pelo prato que o acompanha.

VINHOS PASSITOS E LICOROSOS
       Durante a ingestão de um alimento, pode-se questionar se o prato está modificando ou não o equilíbrio acidez/untuosidade de um vinho branco ou o equilíbrio acidez/untuosidade/tanino de um vinho tinto que o esteja acompanhando. E a resposta pode ser objetiva quando a atenção do consumidor está centrada na modificação que a comida transmite ao vinho. Ou subjetiva, quando se reconhece uma diferença na apreciação do sabor.


#Dom Pedrito, paixão natural
#Beba vinhos, faça amigos
#Viagem Dom Pedrito
#Enoturismo  

Publicada em, 30 de maio de 2020.

21 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom sua materia

lena silva disse...

Acompanho e aprendo lendo a coluna....vinhos aromas e sabores

Antonia disse...

Aprendendo e deliciando-me com as materias
Todos os finais de semana esperando

Maria Jussara disse...

Estou degustando mais vinhos depois de ler a coluna

Sergio disse...

Aprendendo

MATEUS KLEIN RINALDI disse...

Simples, claro, didático e instigante. Aprender sobre o vinho nos ajuda a fazer melhores escolhas. Parabéns.

Beti Klein disse...

Algumas pessoas dizem que para se tomar um bom vinho é necessário apenas ter dinheiro, mas sem conhecimento é difícil apreciar um bom vinho.
Na minha opinião oque faz toda diferencia é ter a companhia certa.

Unknown disse...


Materia muito interessante, cada vez mais apaixonada pelos vinhos !!

Ana Ambrósio disse...

Excelente matéria, fiquei curiosa em saber quais são as leveduras selecionadas acrescentadas ao mosto que garantem um desenvolvimento ideal do processo.

Ana Ambrósio disse...

Fantástica esta matéria, confesso que me deparei com termos que desconhecia, e fui me informar, de fato este mundo do vinho é complexo e fascinante.
Parabéns, ansiosa por saber mais.

Ianara disse...

Moro em Santa Maria comecei a ler a folha da cidade agora e achei a matéria excelente, clara e de fácil entendimento. Quero saber mais sobre vinhos e Enogastronomia.

Ianara Pires disse...

Parabéns! Adorei a matéria,aorendendo cada vez mais.

Gilmara disse...

Muito interessante,vou procurar aprender mais.

Unknown disse...

Muito boa a tua matéria...continuo aprendendo.

Ianara disse...

Parabéns... excelente a matéria, aprendendo cada vez mais.

Ianara disse...

Matéria muito interessante...aprendendo sempre.

Lucia disse...

Magnifica a materia dia 1/02/2020...aprendendo

Lucia/Floripa

Ana Ambrósio disse...

Magnifico tutorial, ao ler visualizei cada detalhe.
Parabéns!

Antonia disse...

Linda materia/homenagem as mulheres do vinho. Aprendemos mais sobre vinhos a cada dia nesta informativa coluna


Lucia Suñe

Carla Coutinho disse...

Interessantíssima matéria... Certamente, quem a escreveu demonstra grande conhecimento e paixão sobre o assunto. Pois, consegue despertar o interesse pelo maravilhoso mundo dos vinhos em cada detalhe. Acompanharei com mais frequência esta coluna, já que há muito o que aprender.

Ana Ambrósio disse...

Gostei da classificação dos vinhos de chato a nervoso.
Sempre ouço vinho honesto, o que significa está classificação ou atributo ao vinho?

Página inicial

Post Ads