Cidade



Uma ação de cunho fiscalizatório foi realizada na tarde desta quinta-feira (17), na área de abrangência do Parque das Acácias e margens do rio Santa Maria. O Batalhão Ambiental da Brigada Militar, Departamento de Meio Ambiente (Dema) da Prefeitura e Ministério Público, através do promotor Leonardo Giron, estiveram no local, percorrendo a extensão da área e averiguando irregularidades.

A intenção é, aos poucos, buscar resoluções para alguns problemas históricos que atingem a área, bem como o próprio rio Santa Maria, ocasionando um impacto ambiental que cada vez mais degrada o rio que banha a cidade e serve como principal reservatório ao município. As autoridades puderam constatar o descarte irregular de lixo em diversos pontos, tanto da chamada “várzea”, no início da rua Moreira César, quanto nas proximidades do início da avenida Rio Branco. Despejo de esgoto também foi constatado em alguns pontos, além de extração irregular de madeira e areia.

As autoridades também visitaram a RS 634, local de grande circulação, onde realizaram autuações devido a infrações ambientais, além de constatar a grande presença de lixo, principalmente objetos de uso doméstico. Conforme informado a reportagem, seguidamente ocorrem queimadas no local.

O objetivo é, aos poucos, aperfeiçoar o sistema fiscalizatório e evitar a ocorrências de crimes ambientais, além de outros delitos como abigeato, e buscar alternativas econômicas e sociais.




Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads