Cidade




No primeiro registro, a vítima relata que trafegava de carro pela rua 14 de Julho, quase esquina com a avenida Rio Branco quando foi abordada por uma mulher que pedia dinheiro. Relata que verificou na sua carteira e constatou que não tinha dinheiro trocado. A suspeita se dispôs a entrar no carro e ir até um estabelecimento comercial para trocar o dinheiro.

A vítima relata que após trocar o dinheiro, deu R$ 10 à suspeita que foi embora. Quando chegou em casa, notou que seu telefone celular que estava no banco traseiro do veículo havia sido furtado. Conforme boletim, a suspeita é uma mulher gorda, pele branca, cabelos cacheados e se apresentou à vítima com o nome de Patricia.

No segundo caso, relata o comunicante que trabalha como prestador de serviços e, na sexta-feira (4), trabalhava em uma residência que fica na rua Juventino de moura, bairro Getúlio Vargas quando deixou uma serra mármore da marca Bosch no pátio do imóvel e foi almoçar. Ao retornar notou que o equipamento havia sido furtado.

Ele narra o pátio é todo fechado, no entanto, o portão ficou sem tranca. Ele não possui suspeitas da autoria do furto.


Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads