Cidade





Problema ocorre na maior parte dos estados brasileiros pois o fabricante da CoronaVac, está com as remessas em atraso devido à falta do insumo necessário para produção do imunizante. Considerando isto, a Secretaria Estadual de Saúde não tem recebido doses do Governo Federal e, portanto, não possui estoques da vacina para repassar às prefeituras, e por isso as Doses 2 encontram-se em atraso – o que independe do município.

No que cabe aos profissionais da Secretaria de Saúde, vem se buscando agilizar a vacinação ao máximo, montando estratégias para vacina do público-alvo o quanto antes, porque acreditam que as vacinas devem estar à disposição da comunidade, e não estocadas.

Inclusive, diante da situação de atraso nas doses, já está sendo elaborado um plano, assim que os imunizantes chegarem, priorizar a vacinação daquelas pessoas que estão com a segunda dose atrasada, ou seja, fizeram a primeira dose há mais de 30 dias.

Em um cenário em que todos encontram-se ansiosos pela vacina, a Prefeitura busca transparência na divulgação das informações e destaca, mais uma vez, que conta com profissionais suficientes e equipes preparadas para vacinar a população em larga escala e rapidamente, se o quantitativo de doses disponibilizadas for suficiente. Enquanto isso, Dom Pedrito aguarda remessa para seguir com a imunização.

Assim que tivermos data e quantitativo iremos anunciar cronograma de aplicação com todas as informações necessárias.

Departamento de Comunicação da Prefeitura


Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads