Cidade





Na última semana, o Museu Paulo Firpo recebeu a doação vinda do médico pedritense, Carlos Jader Feldman, residente em Porto Alegre e que frequentemente tem contribuído com o acervo local.

Desta vez, foi recebida uma escultura em terracota, intitulada “Os Carregadores”, peça que faz menção ao registro da ação humana na localidade do Campo Seco, ponto que faz divisa com o município de Rosário do Sul. A obra é pertencente ao artista plástico Armando Almeida e é datada no ano de 1981.

O diretor do Museu Paulo Firpo, Adilson Nunes de Oliveira, conta que Armando é natural de Dom Pedrito e, durante sua vida, produziu inúmeras xilogravuras e esculturas. Na época em que residiu vários anos em Porto Alegre, administrou seu próprio atelier e, por lá, tornou-se professor de xilogravura e calcografia, além de atuar como diretor no Museu de Arte Ado Malagoli e participar de exposições no exterior.

Em Dom Pedrito, expôs trabalhos, no ano de 1962, na Biblioteca Infantil e no Country Club e, também, foi professor de desenho na Escola Nossa Senhora do Patrocínio. Armando Almeida faleceu em Porto Alegre, em 2013. Seu nome é dado à Galeria de Arte que funcionará no Centro Cultural Gisele Bueno Pinto, de quem era particular amigo.


Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads