Cidade


Conforme levantamento realizado pela DECRAB/Bagé, neste ano de 2020 o número de animais furtados pelos abigeatários em Dom Pedrito teve significativa redução se comparado aos dados de 2019. No ano passado foram furtados 588 bovinos e 384 ovinos, totalizando 972 animais levados pelos criminosos.

Já em 2020 os índices são diferentes. O número de animais furtados neste ano foi inferior à metade de 2019. Foram 222 bovinos e 245 ovinos furtados em 2020, totalizando 467 animais.

De acordo com o Delegado André de Matos Mendes, titular da DECRAB/Bagé, os números em Dom Pedrito ainda são considerados elevados, porém a redução é vista com satisfação pelos policiais da equipe de trabalho da DECRAB. “Nos últimos anos temos nos emprenhado muito, principalmente no enfrentamento das organizações criminosas, bandos que costumam furtar de forma organizada e frequente. Levando enormes prejuízos aos produtores”, disse o delegado. 

Ainda foi destacado também o trabalho da Brigada Militar de Dom Pedrito, que tem sido uma grande parceira da DECRAB no combate aos crimes rurais. 

Dom Pedrito é o 5º maior município em extensão territorial do Rio Grande do Sul, com 5.192km2 e mais de 2.200 km de estradas vicinais. Sendo o trabalho de inteligência de suma importância no enfrentamento dos crimes rurais, uma vez que é quase impossível estar em todos lugares ao mesmo tempo. O abigeato é um crime que ocorre geralmente no período noturno e é praticado por indivíduos que conhecem muito bem ás áreas onde vão atacar. 

No dia 16, foi divulgado pelo Governo do Estado, através do Departamento de Economia e Estatística da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, os dados atualizados do PIB de 2018. No que tange a agropecuária, Dom Pedrito figura na sexta posição entre os maiores VABs (Valor Adicionado Bruto) do Rio Grande do Sul, mostrando a força do município no setor. Fato que reforça a necessidade de ser realizado um trabalho constante no que diz respeito à violência no campo.

Apesar da importante redução no número de animais furtados em Dom Pedrito, os policiais entendem que muito ainda precisa ser feito.  Os trabalhos de enfrentamento aos crimes rurais deverão ser intensificados em 2021, principalmente nos receptadores e abatedouros clandestinos. 

Conforme as últimas investigações realizadas pela DECRAB, o abate clandestino (onde geralmente higiene não existe), além de fomentar o furto de gado, também leva para a mesa das pessoas produtos que podem fazer grandes males à saúde.

Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads