Cidade

Imagem ilustrativa


Nesta terça-feira, publicamos notícia informando que dois produtores rurais registraram morte de abelhas em suas respectivas criações. Nesta quarta-feira, mais três boletins de ocorrência foram disponibilizados para a imprensa onde, em diferentes localidades do interior do município, apicultores encontraram suas abelhas mortas. 

Conforme registro realizado nesta terça-feira, o comunicante, apicultor, informa que no dia 3 de dezembro, constatou algumas abelhas caídas no solo, próximo às colmeias. Acredita que a causa seja o manejo incorreto de defensivos agrícolas, especialmente em lavouras de soja. No boletim, a vítima refere que é comum a aplicação da associação do produto fipronil, com um dessecante, que provoca mortes de abelhas em grande quantidade. Já perdeu aproximadamente 60 colmeias e comunicou as autoridades sanitárias, bem como deseja representar criminalmente. O fato ocorreu no Passo do Salso.

No segundo fato, ocorrido na localidade de Fontouras, o apicultor constatou abelhas mortas próximo as colmeias. De igual forma, acredita que o motivo seja a aplicação incorreta de defensivos agrícolas. Já perdeu cerca de 22 colmeias.

O terceiro registro, de um apicultor que mantém colmeias na localidade do Pela Gaúcho, subdistrito do Ponche Verde, comunicou que recentemente encontrou abelhas mortas, tanto no chão quanto dentro das colmeias. Teve grandes prejuízos.

Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads