Cidade

Foram escolhidas as pautas que devem disputar, na Assembleia Ampliada, espaço na cédula oficial de votação da Consulta Popular 2020/2021. Após três dias de assembleias microrregionais virtuais entre os sete municípios abrangidos pelo Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede), foram elencadas as pautas prioritárias, constantes no Caderno de Diretrizes, consideradas mais importantes por cada região.

Para bajeenses e pedritenses, as pautas que devem contar com maior atenção para inserção no orçamento do Governo do Estado são: apoio para a aquisição de equipamentos para a pecuária familiar; Desenvolvimento Roteiros Turísticos Microrregionais na Região da Campanha (Turismo Rural); Calendário anual de eventos relacionados a manifestações populares; Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica e, por último, Base de dados, informações e conhecimentos (georreferenciada).

Outros dois municípios que elencaram as prioridades em assembleia microrregional, na última segunda-feira, foram Caçapava do Sul e Lavras do sul, que apontaram o apoio para a aquisição de equipamentos para a pecuária familiar; promoção do desenvolvimento da cadeia produtiva do leite e da pecuária de corte, por meio de máquinas e equipamentos; calendário anual de eventos relacionados a movimentos tradicionalistas; calendário anual de feiras de artesanato e bolsas de iniciação científica e tecnológica.

As prioridades elencadas por Aceguá, Hulha Negra e Candiota, na tarde de quarta-feira, foram promoção do desenvolvimento da cadeia produtiva do leite e da pecuária de corte, por meio de máquinas e equipamentos; desenvolvimento de roteiros turísticos microrregionais na Região da Campanha (Turismo Rural); desenvolvimento de pesquisa tecnológicas e transferência de tecnologias sobre reaproveitamento de resíduos para o setor produtivo (extensão); calendário anual de eventos relacionados a movimentos tradicionalistas e bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica.

Lembrando que a decisão de cada assembleia microrregional será colocada em votação na Assembleia Ampliada, que acontece no dia 6 de outubro, quando serão definidos os projetos específicos da cédula de votação oficial, composta de três demandas, entre as quais duas serão eleitas. A mais votada receberá 55% do recurso disponível para a região e a segunda ficará com os outros 45%.

Para esta edição da Consulta Popular, o Corede Campanha receberá o valor total de R$ 400 mil para 2021 e, talvez, R$ 400 mil para 2022, dependendo do orçamento do Estado. A votação acontece entre 26 de outubro e 3 de novembro, de forma totalmente on-line.

Jornal Minuano


Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads