Cidade

Uma nota enviada pela Santa Casa informa sobre o início do funcionamento da UTI, após portaria, emitida pelo Ministério da Saúde, que habilita a estrutura e seus 10 leitos. O informativo também relembra sua construção e apoio da comunidade para equipá-la, além do engajamento no campo político.

A habilitação, em um primeiro momento, dá-se para atendimento ao Covid-19.

Confira:
Muito se fala, muito se deseja, mas poucas vezes temos o privilégio de ver concretizada obra de tamanha magnitude, resultante da união de esforços, como no caso da UTI- Unidade de Tratamento Intensivo Alcides Coradini, da Santa Casa de Caridade de Dom Pedrito.

Tudo nasceu, de um sonho do provedor Luiz Carlos Moraes Costa que encontrou eco na Família Coradini, capitaneada pelo senhor Waldomir Antonio Coradini que logo recebeu o apoio de seus irmãos.

Eis que surge a área física da nossa UTI, partia-se agora para outra etapa, equipar a unidade, ai destaca-se a Família de Valter José Pötter, clubes de serviços, entidades e, logicamente boa parte da comunidade pedritense. Pronto, tínhamos uma UTI, sonho realizado mas, este sonho, também havia sido sonhado alguns anos antes, mais precisamente em 1978 quando, bem mais modesta, com capacidade de 5 leitos e equipada, não recebeu credenciamento.

Lição aprendida pelo provedor Luiz Carlos Moraes Costa que, contratou o administrador hospitalar, Marcio da Costa Mello com larga experiência no meio, para viabilizar o processo de credenciamento.

Foi de suma importância a visita da Secretária de Saúde do Estado, Sra Arita Bergman que, encantada com o que viu, prometeu seu apoio, engajando –se ao projeto.

Não podemos esquecer o apoio dado pelo Dr. Ricardo Necchi coordenador da 7ª CRS , ao nosso pleito pela habilitação.

Por motivos particulares, o Sr. Moraes se licenciou, cabendo ao vice-provedor, Dr. Luiz André de Freitas Balsamo, dar continuidade ao processo. Hoje, primeiro de Junho de 2020
(segunda-feira), marca o início das atividades da UTI da Santa Casa, habilitada pela Portaria no 1280 do Ministério da Saúde, sendo uma UTI Estadual regulada pela Central de Regulação Estadual, com 10 leitos, neste momento, destinada ao atendimento exclusivo para o Covid-19, inicialmente por um período de 90 dias, podendo ser prorrogado, conforme evoluir o controle da pandemia.

Para seu bom funcionamento, a UTI conta com uma equipe de mais de 40 profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos, fisioterapeutas, entre outros, com escala de plantão médico presencial 24 horas. Isto só foi possível mediante a garantia do repasse de recursos exclusivos, que deverá ocorrer nos próximos dias.

O Dr. Pablo Murussi, Responsável Técnico e o Dr. Janu Avarez Rangel rotineiro e o primeiro médico plantonista. A equipe de enfermagem é coordenada pelos enfermeiros Roger Torres e Marisangela Kroth, soma-se a enfermagem, os setores de higienização, farmácia, lavanderia, nutrição, almoxarifado, controle de infecção, faturamento, administração, departamento de pessoal, financeiro, manutenção, raio x, e demais setores de apoio, em torno de 70 pessoas envolvidas neste processo.

Após o período destinado ao controle da pandemia, continuaremos pleiteando o credenciamento definitivo de nossa Unidade de Tratamento Intensivo.

Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads