TV Câmara: legislativo economiza mais de 35 mil reais em transmissões das sessões - FOLHA DA CIDADE

Ultimas

Post Top Ads

Post Ads

7 de fevereiro de 2020

TV Câmara: legislativo economiza mais de 35 mil reais em transmissões das sessões

A presidente da Câmara de Vereadores, Ana Paula Montiel Salines, concedeu entrevista ao Folha e trouxe a público números expressivos quando à economia do Poder Legislativo para o ano de 2020 no que se refere as transmissões das sessões legislativas, agora pela TV Câmara. Foi economizado mais de R$ 35 mil. 

Desde o ano de 2017, as sessões eram transmitidas pela empresa Qwerty Comunicações e Tecnologia Educacional Ltda, sendo pago o valor de R$ 900,00 por sessão transmitida, somando ao ano o valor de R$ 41.400,00 por 46 sessões realizadas naquele ano.

Com o reajuste anual ao contrato em 2018, era paga cada sessão transmitida o valor de R$ 975,62, sendo uma média de 46 sesões anuais, o que custou R$ 44.878,52 aos cofres públicos.

Em 2019, novamente havendo um reajuste passou-se a pagar o valor de 1.033,81 por sessão transmitida. Entretanto, o contrato foi renovado somente por dois meses, pois a partir de fevereiro as sessões seriam já transmitidas pela empresa Instituto Gamma de Asssessoria de Órgãos Públicos Ltda (IGAM). No ano anterior, foi feito processo licitatório para contratação da emprea para realização de diversos serviços, unificando-os e pagando um valor mensal por todos eles, o que ocasionaria uma economicidade para o Poder Legislativo, entre estes serviços aos quais estão os seguintes: implantação e locação de sistema de processo legislativo/administrativo em plataforma web, com envio em tempo real para o Portal Legislativo; transmissões das sessões legislativas em áudio e vídeo; portal para o processo legislativo, integrando as informações do sistema e atendendo as exigências da legislação; o gerenciador eletrônico de documento; a gerência de gabinetes dos vereadores; o sistema completo de votação plenária; o SIC/Ouvidoria; a certificação digital de documentos.

Em 2018 foi firmado contrato com a empresa pagando-se o valor de 748,00 mensais, totalizando aos 12 meses o valor de R$ 8.976,00 por todos os serviços prestados. Com o reajuste anual, hoje paga-se ao IGAM o valor de R$ 770,25 ao mês, o que somado resulta em 9.243,00 ao ano, pelos serviços prestados, gerando uma gigantesca economia para a Câmara de Vereadores.

Abaixo, veja os documentos entregues à nossa reportagem



Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads