Cidade


A Escola Estadual de Ensino Fundamental Senador Pasqualini, localizada no bairro Getúlio Vargas, é uma das referências em educação básica, séries iniciais, no entanto, aguarda pelas obras de infraestrutura. Em maio do ano passado, o Folha publicou matéria sobre assunto. Nada mudou desde então. Para agravar o contexto, o educandário foi comunicado que deverá, a partir deste ano, adotar turno único, trazendo uma série de reordenamentos internos, além de transtornos, evidentemente.

A diretora, Carmem Inácio Lourensi, contou que recebeu a notícia com surpresa, embora se tenha dado à escola opção de escolher em qual turno funcionar, assim, foi escolhido o período da tarde, tendo em vista que os alunos são crianças – 1º ao 5º ano. A coordenadora Regional, Miriele Barbosa Rodrigues, esteve em visita ao educandário, onde pôde constatar os problemas enfrentados quanto a infraestrutura. Apenas para citar alguns exemplos, de um buraco em uma das salas, do forro localizado na sala da secretaria. Também há deficiências no sistema elétrico e na cobertura, localizada no pátio. A escola está com a cozinha e o refeitório interditados devido a falta de Plano de Prevenção de Combate à Incêndio (PPCI).

Uma preocupação latente quanto ao funcionamento em turno único será o número de alunos. “Nosso problema é que a escola está com a cozinha interditada. Estamos sem refeitório, servindo um cardápio alternativo aos alunos durante o ano de 2019, mas vamos continuar (este ano)”, contatou a diretora.

As dificuldades quanto ao Estado prestar assistência à escola são tão latentes que mesmo durante o vendaval que atingiu o município no dia 29 de outubro, quando a estrutura foi destelhada, coube a Defesa Civil prestar auxílio.

A reportagem do Folha entrou em contato com a 13ª Coordenadoria Regional de Educação, questionando quanto aos demais educandários que terão redução de turno, além da expectativa quanto às obras no Pasqualini, mas até a publicação desta reportagem, não fomos respondidos.








Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads