Mais de 48 mil imóveis sem luz e casas destelhadas: os prejuízos da ventania na região - FOLHA DA CIDADE

Ultimas

Post Top Ads

Post Ads

30 de outubro de 2019

Mais de 48 mil imóveis sem luz e casas destelhadas: os prejuízos da ventania na região

Foto: Tiago Rolim Moura/Jornal Minuano
Por: Jornal Minuano/Bagé

Pelo menos 48 mil clientes da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) da região da Campanha ficaram sem energia elétrica após o vendaval que acometeu o Estado. Bagé e Dom Pedrito foram os municípios mais afetados com a intempérie, somando, juntos, 34 mil imóveis afetados. Ao longo de todo o dia, pelo menos três equipes atuaram para garantir os reparos e viabilizar o fornecimento, o que foi diminuindo o impacto de forma parcial.

Apesar do "apagão", este não foi o único empecilho causado pelos ventos que, na Rainha da Fronteira, superaram os 105 km/h. Em Bagé, aliás, cerca de 80 residências foram destelhadas, conforme apuração do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil.

O coordenador da Defesa Civil, tenente Ronaldo Rosa, amenizou tal questão, alegando que, apesar do danos, não foram contabilizados desabrigados. “Estivemos atendendo a muitos pedidos de lonas, que apenas levamos, pois não temos equipe que colocasse. Estamos trabalhando com os Bombeiros, que estão auxiliando na retirada das árvores”, explicou.

As equipes dos dois órgãos passaram praticamente todo o dia executando, também, o corte de árvores que caíram ou corriam o risco de ceder, bem como na distribuição de lonas para residências atingidas pela ventania.

Conforme a comandante do Corpo de Bombeiros, major Sulenir da Rosa Abreu, três equipes em Bagé, uma em Dom Pedrito e mais um reforço de Santana do Livramento atuaram na retirada de árvores que foram arrancadas com a chuva. “Desde às 7h (de terça-feira) tivemos mais de 30 ligações de pedidos de ajuda. Após, seguimos trabalhando, estamos recolhendo às árvores que caíram e destruíram fios da energia elétrica, além de casas destelhadas”, completou.

Sulenir destacou que as equipes estão em toda região. “Esse não é um trabalho isolado, a população deve evitar locais onde há árvores caídas, pois com o rompimento da fiação poderão estar energizadas e causar choques elétricos”, alertou durante o desenvolvimento dos trabalhos.

Delegacia atingida

A Delegacia de Polícia Civil de Dom Pedrito também sofreu avarias. Segundo o titular da 9ª Delegacia Regional do Interior, delegado Luis Eduardo Benites, "foi destelhada a parte do plantão". "Tivemos que fazer uma contenção com apoio da Defesa Civil e da Prefeitura da Capital da Paz, estamos com atendimento em outra sala até arrumarmos”, resumiu.

Apesar disto, as delegacias de Bagé estão todas em funcionamento normal. “Apenas a Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais (Decrab/Bagé) teve algumas avarias”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads