Adolescente pedritense teria sido contratado para cometer assassinatos em Bagé - FOLHA DA CIDADE

Ultimas

Post Top Ads

Post Ads

24 de outubro de 2019

Adolescente pedritense teria sido contratado para cometer assassinatos em Bagé

Foto: divulgação/Folha do Sul 

Por: Jornal Folha do Sul

O Pelotão de Operações Especiais (POE) da Brigada Militar durante patrulhamento na rua do Acampamento, bairro Passo do Príncipe, avistou uma motocicleta com dois indivíduos em atitude suspeita. Ao perceberem a presença da viatura, eles empreenderam fuga em alta velocidade, porém a polícia seguiu acompanhamento tático. Em seguida, os fugitivos perderam o controle da motocicleta, caíram e foram abordados e identificados; um maior de idade, o outro um adolescente.

Conforme o boletim de ocorrência, o menor disse foi à Rainha da Fronteira, para cometer dois homicídios, junto ao comparsa, que apontava os indivíduos que seriam assassinados, bem como os locais onde residiam as vítimas. O menor teria sido contratado por um homem que está preso e pertence a uma organização criminosa. Após, assassinar dois homens em Bagé, ele teria que matar mais três pessoas em Dom Pedrito; isso seria uma vingança. Ele receberia R$ 4 mil pelos crimes. Por último, para não deixar testemunha, também mataria o comparsa. À polícia, o adolescente, disse que não sabia quem era o mandante dos crimes, pois foram encomendados via rede social.

Consta que, no momento da abordagem, eles informaram que iriam passar em uma casa, no bairro Habitar Brasil, onde pegariam duas armas de fogo, que seriam usadas para praticar os homicídios.
De posse das informações, a guarnição do POE e agentes do Setor de Inteligência da Brigada Militar se deslocaram até o endereço, porém, ao chegar próximo da residência um homem estava saindo. 

Com ele, foi encontrado um revólver calibre .32. Na revista na casa, com outro indivíduo, foi apreendido um revólver calibre .38 municiado e uma pochete com munições. Também foi dito que as armas seriam utilizadas para praticar os dois homicídios. Diante dos fatos, foi dado voz de prisão e eles foram conduzidos à DPPA. Depois, foram recolhidos ao Presídio Regional de Bagé. O menor foi encaminhado ao Centro de Atendimento Socioeducativo de Pelotas (Case).

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads