17 de setembro de 2019

Fraude no Bolsa Família: investigado(a) teria utilizado nome e CPF de colegas para cometer irregularidades


A Polícia Federal investiga caso de fraude no programa Bolsa Família, cometido em Dom Pedrito. O Folha solicitou mais informações sobre o andamento das investigações, junto ao Executivo, que passou um resumo do que já se sabe até então:

- Servidor que trabalhava na pasta (Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, onde as ações do Bolsa Família ficam centralizadas) teria criado cadastros utilizando-se de documentos de outras pessoas. Inicialmente foram descobertos quatro cadastros, no decorrer da investigação esse número chegou a 12 cadastros, sendo que oito com benefícios sendo sacados;
- Em alguns cadastros alterados, o investigado, ao fazer as alterações colocou como responsável pela atualização do cadastro o nome e CPF de colegas. O caso foi descoberto e denunciado imediatamente pela administração, no mês de abril.
- Uma sindicância foi aberta pela Prefeitura para investigar a situação internamente. Após quase cinco meses de apurações, o processo interno já está encerrado e a pessoa envolvida - segundo apuração interna - na fraude foi afastada de suas funções dentro da Prefeitura.
As informações apuradas na Sindicância da Prefeitura já foram repassadas para a Polícia Federal que continua as investigações deste caso na esfera criminal.
Importante salientar que a Polícia Federal é a responsável por conduzir à investigação, pois o Bolsa Família se trata de um programa da União.

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top