Rádio Upacaraí

6 de agosto de 2019

Vice-presidente Hamilton Mourão recebe o título de Cidadão Bageense

Foto: Paulo Ferreira/especial FS
Em cerimônia realizada nesta segunda-feira (5), o vice-presidente da República, general Antônio Hamilton Mourão, recebeu o título de Cidadão Bageense.

Nascido em Porto Alegre nos idos de 1953, o vice-presidente Hamilton Mourão pode ser chamado também de cidadão bajeense a partir de agora. O título foi conferido na Câmara de Vereadores de Bagé pela relação que ele e sua família tiveram e mantêm com o município da Campanha.

O vice-presidente é filho da bajeense Wanda Coronel Martins — mulher que dá nome a uma das ruas da cidade — e viúvo de Ana Elisabeth Rossell, outra bajeense com quem teve dois filhos em 40 anos de casamento. Seu pai, o general de divisão Antônio Hamilton Mourão, um amazonense, comandou a 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, em Bagé, na década de 1970, e recebeu o mesmo título que o filho passa a ostentar.

Parte da infância e da adolescência do vice-presidente foi vivida em Bagé, período que lembrou emocionado ao microfone. Falou por oito minutos e encerrou arrancando risadas enfatizando que “o milico agora é de Bagé”.

"Este é um momento de extraordinária emoção. Bagé tem papel fundamental na demarcação da Fronteira Sul. Tornou-se uma cidade pujante. Ouvi dizer, certa vez, que existem apenas três capitais no mundo: Bagé, Paris e Londres", brincou.

Para o vereador Antenor Dutra Teixeira (PP), o título corrige um lapso temporal. O pai do vice-presidente foi transferido de Bagé para Porto Alegre meses antes de seu nascimento.

Discrição

A honraria era cobiçada pelo militar há algum tempo, tanto que teria confessado a amigos a vontade de recebê­-la. Manifestação teria sido dada após sua última passagem no Estado, durante campanha. À época, foi recebido aos gritos de “mito” e deixou a cidade carregando um rebenque – dado por ruralistas.

Nesta segunda-feira, a recepção foi mais silenciosa. Quando entrou no plenário, às 18h17min, ouviu salva de palmas do público, que não lotou a casa legislativa. Mourão também foi discreto. Atendeu a imprensa por um minuto e encerrou a conversa assim que foi questionado sobre o vazamento de diálogos da Lava-Jato. A assessoria do vice-presidente informou aos jornalistas que ele só falaria sobre a homenagem.

Nesta terça-feira (6), Mourão estará em Santa Cruz do Sul, às 12h30min, onde palestra para entidades empresariais. Depois, segue para Porto Alegre para o lançamento de um livro sobre a crise na Venezuela, onde foi adido militar por dois anos.

GauchaZH

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top