29 de janeiro de 2019

Novo valor da Contribuição de Iluminação Pública paga somente um terço do total da conta


 Instituída em 2008, a CIP – Contribuição de Iluminação Pública permaneceu sem sofrer alteração monetária por 10 anos. A defasagem fez com que recentemente a prefeitura enviasse para a Câmara de Vereadores, um projeto de Lei para apreciação, o qual foi posteriormente aprovado pela maioria dos vereadores. O texto estipulou aumento na contribuição, passando de R$ 2,60 para R$ 4,52. 

 O secretário de obras, Clodoaldo dos Santos, passou informações importantes à reportagem. Ele explicou que com o antigo valor em vigência, o município arrecadava cerca de R$ 22 mil mensais. Com o reajuste, houve um acréscimo de R$ 16 mil mensais. O total passou então para R$ 38 mil mensais, arrecadados de aproximadamente 9.000 contribuintes. Entre eles há isentos por condições de baixa renda.

 Somente no ano passado, a arrecadação total com a CIP foi superior a R$ 270 mil, representando aproximadamente um terço do valor total. A prefeitura precisou aportar em torno de R$ 320 mil para fechar a conta, que totalizou R$ 588 mil.

 Ainda de acordo com o secretário, é importante salientar que os valores possuem referência, exclusivamente, no que diz respeito ao pagamento da conta de iluminação das ruas da cidade, não incluindo as praças, que possuem medidor próprio de energia. Fora isso, a prefeitura cobre, com orçamento próprio, todos os custos com lâmpadas, relés e outros materiais, e mantém equipe permanente para realizar as manutenções.

 Desde que o aumento da “contribuição” foi estipulado, o serviço passou a ser ainda mais cobrado pelos munícipes. Atualmente, apenas uma equipe faz os reparos, e a mesma não está disponível nesta semana, pois esta a serviço da secretaria de educação. Quanto aos materiais, há estoque de lâmpadas, porém a maior dificuldade é com relação aos relés, que encontram-se em poucas unidades. Pedidos referentes à iluminação devem ser feitos diretamente no telefone do Parque de Máquinas, via 3243 1335.

0 comentários:

Postar um comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top