Tele bike - quando se faz do limão, uma limonada - FOLHA DA CIDADE

Ultimas

Post Top Ads

Post Ads

23 de dezembro de 2017

Tele bike - quando se faz do limão, uma limonada


 A história que vamos contar agora, poderia bem ser a de qualquer um, visto que a situação vivida por nosso entrevistado, é a mesma enfrentada por milhares de brasileiros -  o desemprego.

 O que o diferencia, sem dúvida, é que ele fez do limão, uma limonada. Fernando Alves é formado em Técnico em Administração pela Escola de Educação Profissional Dom Pedrito, casado e pai de família.

 Fernando conta que há seis meses ele foi atingido pela crise. Ele, que é pedritense, esteve por 25 anos fora, e retornou há pouco tempo para a terra natal. Contou-nos que, como não estava conseguindo emprego, foi obrigado a buscar uma alternativa. "Pensei  -eu preciso ganhar dinheiro, olhei a minha volta e vi apenas uma bicicleta, então eu disse: é com ela que eu vou ganhar dinheiro" - falou Fernando. Assim, ele criou um pequeno negócio, que é basicamente um serviço de ofice boy com foco para as empresas - a Tele Bike, só que de forma terceirizada. Cobranças, pagamentos, serviços de entrega e coleta de documentos, correio, transporte de pequenos objetos, são alguns dos serviços que ele realiza. Nosso entrevistado disse que foi a crise que proporcionou a ele o despertar de seu lado empreendedor. Há meio ano, então, Fernando desenvolve esse trabalho. Ele disse que as pessoas o viam andando diariamente de bicicleta, mas não sabiam o que ele fazia, então surgiu a ideia de colocar uma placa na bicicleta, divulgando os seus serviços, ao que ele refere como tendo um reconhecimento imediato.

 Agora, quando Fernando não está em alguma tarefa, ele estabeleceu o que chama de um ponto estratégico. É um local em que ele fica no aguardo de seus clientes, na esquina da Casa Rural ou pode ser acionado pelo telefone (53)99938 2579. Fernando nos contou que gosta de ver as coisas sempre pelo lado positivo, tanto é que ele se refere a crise, não como um problema, mas antes, como a algo que lhe proporcionou uma nova oportunidade. Segundo ele, as pessoas deveriam ver nos momentos de dificuldade como o que ele enfrentou, uma oportunidade para empreender, criarem seus negócios, como o que ele criou e hoje presta serviços para diversas empresas da cidade e para pessoas físicas também. Fernando cobra R$ 5,00 por tarefa. Por exemplo, uma pessoa tem uma conta para pagar, Fernando vai até a casa desta pessoa, pega a conta e o dinheiro, paga o valor no local de cobrança, retorna com a conta paga e entrega novamente para o cliente, tudo por R$ 5,00. O mesmo vale para transporte de pequenos volumes. Parabéns pela iniciativa, Fernando. Sucesso!

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads