Rádio Upacaraí

João Roberto Vasconcelos


Carta aberta
para a Madre Superiora

         Irmã Madre Superiora. Desculpe o tratamento. Não conheço o seu nome mas tenho plena consciência da sua liderança na congregação. Sou apenas um radialista que aprendeu a lidar com notícias e também com as emoções de um povo ordeiro e trabalhador que desenvolveu sentimentos nobres e de excelência. Nesse sentido, quando enalteço a potencialidade cristã da nossa gente, quero crer que a senhora tem parte, pois grande parte dos valores espirituais foram dedicados há mais de 100 anos. Não é pouca coisa nesse contexto. A Escola Nossa Senhora do Horto continua sendo uma referência não apenas para Dom Pedrito mas em toda a região. Quero lhe fazer um pedido.Não tenho procuração de ninguém, mas sei que interpreto o sentimento do meu povo em relação a irmã Amélia.
  Dom Pedrito gostaria que a senhora, num gesto de grandeza e ao mesmo tempo de humildade e também de humanismo, autorizasse o seu regresso à terra que ela adotou. Por sua vez o município já lhe outorgou o título de Cidadã Pedritense, além de trofeus e diplomas.  Foram várias décadas envolvendo gerações e gerações.
 Trata-se de uma verdadeira líder de luz própria que lamentavelmente carrega o peso de uma patologia séria. Temos conhecimento dos votos e suas obediências e humildade,mas, no nosso entendimento isso não impede que 40 mil almas lhe façam um pedido invocando seu bom coração.  Só a sua liderança pode fazer isso, Ela não precisa sequer morar na escola e nem desempenhar qualquer função administrativa ou educacional.  Vamos protegê-la e cuidar da sua a saúde, com acompanhamento dia e noite. Em contrapartida lhe oferecer grandes momentos no apogeu da sua existência. 
É um pedido que naturalmente passa pela sua sensibilidade e boa vontade. Claro que ela não sabe desta carta aberta. Aliás, ninguém sabe além do pessoal da editoria. Esta correspondência foi movida a emoções. Imaginei que seria mais uma iniciativa, entre tantas pela volta da irmã Amélia. A gente sabe que está bem, cheia de cuidados.  Aqui, a senhora pode ter certeza que não será diferente, diante das manifestações, abaixo assinados, visitas, inclusive do prefeito municipal representando oficialmente o município.
Desta forma, solicito um olhar diferenciado à irmã Amélia que tanto nos acolheu e ensinou.
  Que Deus abençoe a sua soberana decisão.



Publicada na edição impressa de, 17 de agosto de 2019.


0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top