João Roberto Vasconcelos - FOLHA DA CIDADE

Ultimas

Post Top Ads

Post Ads

João Roberto Vasconcelos


DOM PEDRITO NA VANGUARDA. OBRIGADO PREFEITO.

          A vida é sempre cheia de surpresas, testes, exames e avaliações, desafios, sobressaltos e competências. O gaúcho lá de fora, diga se do campo, no seu linguajar campeiro diz que é na hora do "pega" que se fica sabendo quem é quem. O atual momento em que o humanidade faz uma quebra de braço com um inimigo que não se apresenta para o embate ético  e age sorrateiramente matando gentes e tirando o sono dos humanos é terrível.  Minúsculo, praticamente invisível,  o vírus da moda acabou ganhando espaços e mobilizando populações inteiras. É justamente nessa hora que nossas lideranças, diga-se nossos representantes legais, se destacam no processo da representatividade. Isso evidentemente acontece nas ações dos  governantes em todos os níveis, que acionam  seus esquemas, assessorias e equipamentos na tentativa de barrar os avanços de um inimigo que não aparece, não tem corpo,  não vem para a luta e aproveita essa sua pequenez para estabelecer uma briga desigual. Foi nesse cenário tendo como pano de fundo o que alguns classificam como "guerra fria" que a nossa representação legal, diga-se o nosso jovem prefeito Mário Augusto se destacou,  tomando medidas decisivas e até no primeiro momento consideradas antipáticas, sendo classificadas como radicais, tendo que ler e ouvir poucas e boas. Analisando com frieza e levando bem  o caso para a empatia que é  quando a gente se coloca no lugar daquela outra pessoa, vamos ver como deve ter sido difícil, por exemplo, fechar o comércio, proibir idas e vindas, todo tipo de aglomeração, fechar  repartições públicas, com exceção da área de saúde;  fechar escolas, mantendo apenas os chamados serviços essenciais. É possível de se  imaginar o peso da caneta, e constatar  as enormes pressões de natureza econômica e principalmente política. Foram atos de coragem, sem dúvidas. O momento continua crítico. A guerra não acabou e a situação, além de tensa, surge como muito aguda. Os números, entretanto, são alvissareiros. Dom Pedrito não está competindo com ninguém, embora a comparação seja inevitável, mas nossa posição é invejável diante inclusive de municípios maiores. A gente sabe, a situação é aleatória ,ou seja,  muito dependente de circunstâncias, mas tudo isso até o momento devemos às atitudes pioneiras do prefeito Mário Augusto que colocou a Capital da Paz  em posição de vanguarda no Rio grande do Sul chamando inclusive a atenção  dos departamentos de jornalismo das rádios Guaíba e Gaúcha que através de entrevistas, enalteceram seu desempenho neste momento. Sempre digo que nós, do jornalismo, somos privilegiados em poder ficar na  primeira fila do palco da vida, observando tudo com atenção para depois repassar aos demais no formato de notícia. Pois neste caso específico sobre a performance do nosso gestor, analisando bem, sem influências políticas, dá para dizer que o fato  de Mário Augusto ter montado um secretariado técnico faz toda a diferença. A propósito, essa equipe levou muitas horas na elaboração do detalhado documento.  Resultado positivo é que D.Pedrito estabeleceu know-how pois prefeituras de várias regiões do estado pediram cópia do decreto pedritense para aplicação em suas cidades. Outra do nosso alcaide: neste domingo haverá o Almoço do Bem organizado pela prefeitura com o apoio fundamental dos mais diferentes segmentos de Dom Pedrito envolvendo produtores rurais, indústrias, comércio, famílias, voluntários, clubes de serviço,sindicatos e associações  dos mais diferentes segmentos. 
Obrigado, prefeito. A gente sabe das dificuldades e das outras interpretações,  muitas delas com viés político.


Publicada em, 28 de março de 2020.


Página inicial

Post Ads