Cidade



O vice-governador Ranolfo Vieira Júnior assinou, nesta terça-feira (14), a sua desfiliação do PTB, partido ao qual foi filiado por quase oito anos. Em tratativas com vários partidos, como o PSDB, do governador Eduardo Leite, Ranolfo pretende se filiar a uma nova sigla ainda neste semestre. O vice decidiu sair da legenda, depois de, em março, ser atacado pelo presidente nacional da sigla, Roberto Jefferson. 

Em uma entrevista a uma rádio gaúcha, Jefferson proferiu ofensas a Leite e ameaçou de expulsão Ranolfo por promoverem medidas de distanciamento social. Inclusive, a Justiça condenou o presidente do PTB, em primeira instância, a pagar R$ 300 mil de indenização ao governador pelas ofensas.

Na época, Ranolfo recebeu o apoio da bancada estadual e federal do PTB. Os parlamentares pediram tempo ao vice-governador, para que todos migrassem para a mesma sigla. Seis meses depois, os deputados continuam na sigla.

"Não saio atirando ou criando polêmica desnecessária, esse não é o meu perfil. Saio agradecendo a todos com quem convivi durante esses anos, em especial às bancadas federal e estadual. Sei que muitos também estão estudando seus caminhos com autonomia e naturalidade. Dividimos importantes projetos na segurança pública e em outras áreas da gestão, seja na prefeitura de Canoas durante a gestão do ex-prefeito (Luiz Carlos Busato, PTB) ou no Governo do Estado. Eventualmente em partidos diferentes, mas sei que seguiremos juntos", ponderou o vice-governador, em uma nota divulgada nesta terça-feira.

Entre os possíveis destinos de Ranolfo, está o PSDB. O vice-governador é um dos nomes cogitados para ser o sucessor de Eduardo Leite nas eleições 2022. "Em breve, pretendo avaliar e anunciar os próximos rumos políticos e a decisão em torno de uma nova filiação partidária, avaliando, claro, o alinhamento aos propósitos e às ideias aos quais defendo. Partidos são importantes na democracia, mas o interesse público precisa vir em primeiro lugar. E a minha prioridade, como vice-governador, ao lado do governador Eduardo Leite, é cuidar bem do nosso Rio Grande".

Jornal do Comércio

Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads