Cidade





Constantemente, o Folha da Cidade recebe mensagens de leitores dando conta de descartes irregulares de lixo em diversos pontos do município. Apesar da empresa Ansus em parceria com o município realizar mutirões de limpeza frequentemente, os materiais continuam sendo depositados, formando verdadeiros lixões.

Na manhã desta quarta-feira (4), o vereador Junior Rodrigues (Progressistas) esteve em dois pontos conhecidos como locais de descarte de resíduos. O parlamentar relatou à reportagem sua preocupação quanto a esses descartes. "Esse material descartado de forma irregular acaba indo parar nas tubulações de esgoto a cada chuva, potencializando as enchentes. Não adianta nós (Legislativo) cobrarmos providências da prefeitura se essas situações acabam se repetindo e aumentando o problema", lamentou.

O vereador esteve na saída para a localidade de Fontouras, proximidades do Presídio Estadual de Dom Pedrito, onde constatou descarte de diversos materiais: vasos sanitários, roupas, peças automotivas e equipamentos eletrônicos que são depositados em um desvio que fica às margens da estrada principal.

No outro ponto, às margens do rio Santa Maria, na RS 634, próximo ao posto do ICMS, a cena se repete. no local o parlamentar se deparou com o descarte de detritos distantes cerca de 100 metros do leito do rio. Rodrigues reforça que todos esses materiais vão parar nas tubulações de esgoto em caso de chuvas fortes. Nesse local, debaixo de um dos pontilhões construídos para diminuir o efeito das cheias no município, pessoas ateam fogo em materiais que são depositados debaixo da estrututa, o que acaba danificando a base da ponte - conforme fotos abaixo.

O vereador destaca que irá solicitar apoio do município e da Ansus, no entanto, enfatiza que é preciso haver bom senso da população quanto a responsabilidade no descarte de materiais.

Vale lembrar que móveis inservíveis não são recolhidos pela Ansus junto com o lixo residencial, mas podem ser deixados na Unidade de transbordo da Empresa, localizada na rua Antenor Madruga. Já resots de poda de árvores, podem ser descartados no Horto Florestal, que fica na rua Raul Pila. Equipamentos eletrônicos, normalmente são recolhidos nos mutirões de recolhimento desses materiais, promovidos pelo Dema. Não há local específico para recolhimento desses materiais. Entretanto, o município deverá disponibilizar um galpão para recebimento de eletrônicos e afins, para que esse tipo de material tenha um destino adequado.


Acompanhe mais detalhes e vídeos dos locais no F5 desta quarta-feira, às 17h, no Facebook do Folha da Cidade. 


Estrutura da ponte com resíduos de queimadas

na base da ponte, a base está amostra








Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads