Cidade



Em visita sentimental à casa paterna, o historiador, jornalista e advogado José Antônio Dias Lopes, na tarde desta quarta-feira, dia 12, estendeu sua visita, sendo recebido pelo prefeito Mário Augusto.

Acompanharam, seguindo os protocolos sanitários, o secretário de Educação, Marco Antônio Rodrigues; secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação, Cultura e Turismo, Iuri Castilhos; a diretora de Cultura, Julieta Freire Farinha e o diretor do Museu Paulo Firpo, Adilson Nunes de Olveira, oportunidade em que o historiador travou interessante diálogo, recordando fatos e personagens da história local.

Colaborador e entusiasta do Museu Paulo Firpo, Dias Lopes doou à instituição, nessa visita, um daguerreótipo – técnica exemplar dos primórdios da fotografia, com o retrato de Manuel Xavier – pai do Barão do Upacarahy— uma terracota com imagem do Menino Deus, pertencente ao oratório particular de Bernardino Ângelo da Fonseca; um vaso – ânfora - de procedência francesa, que pertenceu ao Barão do Upacarahy, importante ancestral da tradicional família Dias Lopes e outras e ainda uma memorabilia, com fragmento do Muro de Berlim, que o historiador pedritense fez a cobertura jornalística da queda, para a revista Veja.

Posteriormente, em visita ao Vigário Pe. Roberto Carlos, recolheu a imagem de Nossa Senhora do Patrocínio, escultura exemplar do século XVIII, que ele ofertou à Paróquia, para trabalho de restauro na capital paulista. “Saí de Dom Pedrito, há muitas décadas, mas Dom Pedrito nunca saiu de mim”, assinalou Lopes. 








Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads