Cidade




A antecipação que está prometida desde o início do ano se viu barrada em decorrência do atraso na aprovação do Orçamento de 2021 por parte do Congresso Nacional, que após sua aprovação permaneceu “travada” devido ao corte de gastos.

Após muito debate acerca da aprovação do Orçamento, o Congresso conseguiu aprovar o projeto de lei que alterou a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO), que viabilizou que o presidente, Jair Bolsonaro, pudesse então sancionar o Orçamento deste ano.

Os aposentados e pensionistas do INSS terão uma injeção financeira neste mês de maio. Após confirmar a antecipação do 13º salário, o governo informou que sua primeira parcela de 50% passará a ser concedida a partir do próximo dia 25.

Com todos os trâmites que dificultaram a liberação da antecipação do 13º salário resolvidos, o governo confirmou a liberação da medida para os meses de maio e junho, sendo maio para o pagamento da primeira parcela e junho o da segunda.

A projeção do governo é antecipar o 13º salário no calendário habitual do programa, ou seja, no calendário normal de pagamentos dos benefícios mensais.

Além disso, conforme a declaração do secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, que afirmou que a liberação da primeira parcela do 13º salário deve ocorrer no final de maio, a projeção se confirma ainda mais, com relação à liberação da medida com o calendário tradicional de pagamentos.

Confira então o calendário de pagamentos:

Benefícios com valor de até um salário mínimo


Benefícios com valor acima de um salário mínimo

                


Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads