Cidade



Um Projeto de Lei de autoria do ex-vereador Jonathan Duarte instituiu o dia 2 de fevereiro como feriado municipal em comemoração ao dia de Iemanjá e Nossa Senhora dos Navegantes. No entanto, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) emitiu uma nota enviada ao Legislativo municipal sugerindo que o feriado passe a ser ponto facultativo.

A nota assinada pelo presidente da CDL, Sergio Zani Vicente, justifica que o feriado traz transtornos ao comércio e indústria, que são obrigados a fechar ou pagar horas extras aos funcionários.

O vereador Patricio Antunes (Progressistas) protocolou, na terça-feira (26), um Projeto de Lei que prevê a alteração do feriado para ponto facultativo, permitindo assim que a data tenha sua simbologia destacada em Dom Pedrito, sem prejudicar o comércio local.

Após ampla discussão, o vereador decidiu por retirar o projeto. Acompanhe o que o parlamentar anunciou em seu perfil no Facebook:

"Nunca teve a ver com religião, mas com Dom Pedrito!

Nosso município tem sofrido muito com a falta de oportunidades e tem no comércio o seu maior gerador de empregos. Não concordo em obrigar o comércio a fechar as portas UNILATERALMENTE em 02 de fevereiro, logo no mês mais difícil para o setor. Também não estou pensando no PATRÃO, mas sim no que depende do emprego para sustentar sua família, ou em quem chora no dia 26 de dezembro vendo seu filho ir para Caxias do Sul em meio a vários ônibus lotados.

Estou preocupado em como vê o nosso município o possível investidor que pensa em abrir um negócio por aqui e analisa os mínimos detalhes antes de empreender.

Contudo, toda discussão deve ser no campo das ideias e do respeito. Sinceramente não esperava que um projeto para tornar um feriado em facultativo iria criar tanta polêmica e brigas.

Sou um vereador que integra a base de um governo de sucesso e trabalho em uma Casa Legislativa onde existem inúmeras outras pautas importantes para a população em analise. Parte da comunidade infelizmente levou o tema a um caminho diverso ao pretendido. Vejo a discórdia entre segmentos e o momento que vivemos não é propicio para isso.

Assim, mantendo minha posição de incondicional apoio ao comércio pedritense nas causas relacionadas à geração de empregos e renda, estou retirando o projeto de lei que sugeria tornar o feriado de 02 de fevereiro em facultativo.

Fica a reflexão: - precisamos pensar que Dom Pedrito queremos para os nossos filhos.

Um grande abraço aos amigos".

Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads