Cidade




Na manhã desta quinta-feira (10) o Departamento de Meio Ambiente do município (DEMA) realizou a 13ª edição do recolhimento de e-lixo. São geladeiras, máquinas de lavar, celulares, computadores, fogões, geladeiras, televisores e outros itens altamente poluentes, que não serão descartados indiscriminadamente no meio ambiente e serão recolhidos por uma empresa credenciada que dará a destinação correta a esses materiais.

De acordo com a diretora do Dema, Carolina Goulart, em média oito toneladas de lixo eletrônico são recolhidas a cada edição, mas a campanha já registrou 27 toneladas em uma única edição. "A população entendeu que esses resíduos não podem ser descartados em qualquer lugar e a empresa que faz o recolhimento de lixo não recolhe lixo eletrônico", salienta a diretora.

Carolina destaca que esses materiais, se descartados como lixo comum, podem causar grandes danos ao meio ambiente. "O descarte incorreto do e-lixo é muito perigoso, pois quando é jogado diretamente no meio ambiente, as substâncias que compõem o aparelho se tornam agressivas, pois estes produtos contêm elementos químicos que podem causar prejuízos ao solo e a água", enfatiza
.

A diretora comemora o sucesso a cada edição da campanha e destaca que essa quantidade considerável de i recolhidos se deve a conscientização da comunidade sobre a importância do descarte correto desse tipo de material.



 





Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads