Cidade



Em matéria publicada pelo jornal Folha do Sul, o titular da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde, o médico Ricardo Necchi, apresentou um panorama sobre as internações em UTIs na região, devido ao Covid-19.

Em Dom Pedrito, até a tarde desta quarta-feira, eram cinco pessoas internadas na UTI: Três são casos confirmados - um da Capital da Paz, outro de São Lourenço e mais um de Aceguá -; e dois são casos suspeitos, um de Caçapava do Sul e outro de Dom Pedrito. Não havia pessoas em leitos clínicos. Também não haviam internados em Lavras do Sul e no Hospital da Colônia Nova. 

O prefeito de Aceguá, Gerhard Martens, em live no Facebook, na manhã de terça-feira, afirmou que uma pessoa do município - caso confirmado de covid-19 - precisou ser encaminhada para Dom Pedrito, para internação em UTI, porque não haveria leito em Bagé. Questionado pela reportagem do Folha do Sul sobre essa afirmação, Necchi esclareceu que a Santa Casa tinha 14 leitos covid e, agora, está com cinco leitos. Porém, o encaminhamento para Dom Pedrito ocorreu porque isso foi o combinado. Em síntese, conforme o coordenador, foi acertado que todos os pacientes que necessitassem de internação em UTI fossem encaminhados para Dom Pedrito. Salvo aqueles de Bagé, que serão internados na Santa Casa. 

A redução no número de leitos covid de UTI foi para retomar as cirurgias eletivas, que estavam totalmente paradas. Além disso, Dom Pedrito teve 10 leitos de UTI habilitados para atender pacientes com coronavírus. Também para viabilizar a renovação do convênio, ainda segundo Necchi, houve essa organização de encaminhamentos.

Necchi garantiu que desde o início da pandemia nenhum bageense precisou ser encaminhado para Dom Pedrito (tal afirmação chegou a circular nas redes sociais) e enfatizou que isso não ocorrerá.

Com informações, jornal Folha do Sul.

Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads