Cidade



Depois de sete meses suspensas, por conta de restrições sanitárias provocadas pela pandemia de Covid-19, as visitas presenciais no sistema prisional do Rio Grande do Sul estão sendo retomadas. No Presídio Estadual de Dom Pedrito, as visitas, para garantir o protocolo estabelecido, foram divididas em quatro dias: sábados, domingos, quartas e quintas. 

Segundo o Governo do Estado, a retomada se dá no momento em que os indicadores relacionados à pandemia apresentam melhoras consistentes, com redução das taxas de contaminação, internações e óbitos, conforme evidenciam o mapa do distanciamento controlado apresentado semanalmente.

A reportagem entrou em contato com a diretora da casa prisional, Verusca Espinosa. Ela diz que cada apenado tem direito a receber um visitante, ainda, a divisão em quatro dias (dois para cada galeria) foi uma das formas encontradas que para que o presídio local cumprisse com as determinações sanitárias – as visitas serão no pátio, com distanciamento de 1,5 metro.

As visitas presenciais estão autorizadas nos estabelecimentos que estiverem localizados em regiões que permanecerem pelo menos duas semanas em bandeira laranja ou amarela e que apresentarem período igual ou superior a 14 dias sem contaminação por COVID-19, comprovada por teste RT-PCR, em pessoas presas que não estejam em quarentena preventiva nas áreas de triagem/isolamento. O critério de permanência por duas semanas na bandeira também deverá ser observado na estipulação dos protocolos definidos neste plano. No caso de Dom Pedrito, o município permanece desde o início do sistema de distanciamento, alternando entre bandeira amarela e laranja.

Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads