Cidade



Um homem procurou à Delegacia de Polícia para comunicar que na terça-feira, dia 20, sua esposa recebeu um pacote onde, pelas identificações, podia-se constatar que o mesmo possuía procedência asiática, mais especificamente, chinesa. 

Sem abrir o pacote – conforme já recomendado pelas autoridades sanitárias – ele encaminhou o mesmo para a Secretaria de Saúde do município, mas foi dito que o órgão não teria condições de dar o devido fim ao pacote, posteriormente, resolveu procurar a Delegacia.

O Folha entrou em contato com o delegado Guilherme Fagundes, que disse que o pacote foi encaminhado para análise.

O fato é que entre o final de setembro e início de outubro, moradores de diversos estados começaram a receber pacotes com sementes de origem chinesa. Nas primeiras análises, os técnicos identificaram a presença de ácaro vivo em uma amostra; de três fungos diferentes em 25 amostras; de bactéria em duas amostras; e possibilidade de pragas quarentenárias em quatro amostras (como plantas daninhas).


Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads