Cidade

 

Antonino de Oliveira Lopes, 64 anos, conhecido pela comunidade como Tonino, foi morto a tiros em sua residência na noite desta terça-feira (18). Dois indivíduos entraram na casa, localizada na rua Marechal Deodoro, ao lado do Corpo de Bombeiros, Centro e cometeram o crime.

De acordo com informações apuradas, além de Tonino, estava na residência sua esposa. Os criminosos teriam chego ao local a pé, mas estavam em um veículo que foi deixado nas proximidades. Pelo menos dois tiros disparados contra Lopes, um deles atingindo a cabeça. A esposa da vítima, em estado de choque, precisou ser levada ao Pronto Socorro pelo Samu. Os Bombeiros prestaram socorro, mas Tonino já estava sem vida.

A Polícia Civil e a Brigada Militar estão apurando os fatos, bem como o contexto em que o crime ocorreu. Pode-se tratar de uma tentativa assalto. Após receberem informações, os policiais realizaram diligências pelo bairro Sagrada Face, encontrando, em uma residência, um revólver calibre 38 e um aparelho celular, objetos que podem ter ligação com o assassinato.

Os criminosos abandonaram o veículo utilizado, um Ford Ka vermelho, com placa de Santa Maria, no balneário Passo Real. O Instituto Geral de Perícias (IGP) realizou o levantamento técnico. O corpo, encaminhado para necropsia, em Bagé. 

O segundo homicídio registrado no mês de agosto. O sexto no ano, em Dom Pedrito. 

Antonino era proprietário da Casa das Bicicletas, uma das bicicletarias mais tradicionais do município. 



1 Comentários

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Anônimo disse…
Pedindo licença para escrever neste espaço, hoje, estamos a poucos dias de completar dois meses da morte do meu amigo, TONINO (Antonino Lopes), como era carinhosamente conhecido. Conheci o Tonino em maio de 1997, anoitecendo numa sexta feira, quando cheguei de moto no "Pórtico da Pipa", simbolo da bela cidade de Bento Gonçalves, onde parei para pegar informações sobre o II MOTO SERRA, que começava naquele final de semana. A amizade cresceu, conheci sua família e ele a minha; sua esposa e as duas filhas que ainda eram pequenas como a minha filha (e que por isso, eu as chamava de "p'áminzinhas", adjetivo que formei a partir de um desenho do Tom&Jerry).
É difícil aceitar e imaginar o que homens pecaminosos podem gerar de mau às sociedades de um país e como a vida muda radicalmente, em segundos! Ainda custo em aceitar no que houve aí, em sua cidade, Dom Pedrito! Muitos de voces vizinhos do Tonino, moradores de D Pedrito, sei que como eu, custaram a dormir, não só naquela noite de 19 de agosto último, mas n'outras também. Pensava todo tempo na esposa e filhas do Tonino. Lamentavelmente, mais uma família despedaçada, vitima da violencia! Uma emissora de rádio em Porto Alegre, da maior rede de rádios do país já havia criticado a soltura de 30 mil presos por conta do indulto do dia dos pais e da pandemia. Todos estamos até o pescoço com o cinismo e a hipocrisia de certos homens que acreditam representar bem a justiça no nosso país, além de um estado, com um sistema prisional falido e arcáico, empurrando com a barriga, estas e outras questões. No último fim de semana o país outra vez, ficou perplexo com a soltura de mais um delinquente de alta periculosidade, retratando o descompasso, desacerto de uma Justiça, que tem gente demais pra interpretar, mandar e desmandar entre si mesmos. Enquanto a nós, resta continuar pagando e levando esta mega conta nas costas.
Convido então, a todas as comunidades para relembrarmos aqui, aos estados e certos legisladores, as palavras do nobre diplomata e político prussiano, OTTO VON BISMARCK (1815-1898):"_COM LEIS RUINS E JUÍZES BONS, AINDA É POSSÍVEL GOVERNAR. MAS, COM JUÍZES RUINS AS MELHORES LEIS NÃO SERVEM PARA NADA". Obrigado a todos. Boa sorte (Paulo)
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads