Cidade

O Simers ingressou na Justiça, nesta quinta-feira (7), solicitando a suspensão de um concurso aberto pela Prefeitura de Dom Pedrito para a contratação de médicos no município para atender durante a pandemia da Covid-19. A ação foi impetrada na Justiça Comum, tendo em vista que a impugnação administrativa, protocolada pelo Simers no dia 30 de abril, não obteve resposta do Executivo dentro do prazo solicitado. No documento, o Simers pleiteia a suspensão do processo seletivo até que sejam ajustados os valores oferecidos.

O concurso, aberto por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus, prevê a contratação emergencial de dois clínicos gerais para uma carga de 20h semanais. No entanto, de acordo com a entidade médica, o edital do concurso, ao prever um salário “aviltante”, ainda fere a legislação vigente, que estipula um piso salarial mínimo – e muito superior – para a mesma função e carga horária.

Na opinião do Diretor de Interior do Simers, Fernando Uberti, não houve outra alternativa que não a de ingressar na Justiça. “Demos um prazo à Prefeitura e sequer obtivemos retorno apesar das inúmeras tentativas de contato. Por isso, entramos com o mandado de segurança. Reforçamos que os profissionais precisam de dignidade e reconhecimento para a importante função que desempenham, especialmente nesse período tão difícil”, afirmou..

Foto: divulgação/Simers



Seu comentário

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads