Cidade


Desde o dia 28 de março, a Prefeitura está realizando a aplicação de quaternário de amônio – produto a base de desengordurante de cozinha – em diversos locais, com a finalidade de diminuir a propagação do Coronavírus na zona urbana.

O trabalho está sendo desenvolvido pelas secretarias de Saúde, Agricultura e Planejamento (Departamento de Meio Ambiente). O produto foi adquirido pelo Sindicato Rural de Dom Pedrito e doado para uso da Prefeitura.

Nas segundas e quintas-feiras, a partir das 16h, o trabalho é concentrado em todas as UBSs, prédio da Brigada Militar e viaturas de serviço.

Nas terças, as atividades começam às 7h30, com a desinfecção de praças, banheiros públicos. São atendidas ainda, as ambulâncias do SAMU, a área externa do Hospital São Luiz, além do estacionamento de viaturas da Secretaria de Saúde e o ambulatório para atendimento de sintomáticos, localizado no Centro de Convivência da Família.

Desinfecção de ruas 

Nesta quinta-feira, a partir das 21h, a equipe inicia a desinfecção de ruas em que há maior fluxo de pedestres. O trabalho será possível graças ao empréstimo do equipamento pela empresa Rigo Agropecuária que também está fazendo uma campanha de arrecadação do produto utilizado junto aos seus clientes.

Segundo a diretora do departamento de Meio Ambiente, Carolina Goulart, serão feitas em torno de 100 quadras todas as quinta-feiras.

“O equipamento consegue alcançar o passeio e toda a extensão de um lado da rua, por isso é necessário fazer o trabalho à noite (depois do toque de recolher), quando não há mais circulação de veículos e pedestres”, destaca a diretora.

Até o momento, a empresa já conseguiu a doação de 30 litros de produto, quantidade suficiente para desinfectar em torno de 1.200 quadras.

O abastecimento do tanque ocorrerá no hidrante da esquina das ruas Júlio de Castilhos e José Bonifácio e fará a desinfecção através de três rotas, contemplando as ruas Júlio de Castilhos, Barão do Upacaraí, Moreira César, 21 de Abril, Borges de Medeiros e outras quadras específicas de maior movimentação como por exemplo, a quadra da rodoviária.

“Todos podem ficar tranquilos quanto à aplicação do produto, uma vez que o mesmo não faz nenhum mal, tanto às pessoas, quanto para o meio ambiente. As ruas que receberão a desinfecção são aquelas em que estão os bancos, supermercados, farmácias, correspondentes financeiros, ou seja, onde é inevitável a maior circulação de pessoas”, enfatiza a diretora.

Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads