Cidade


O provedor da Santa Casa, Luiz Carlos Moraes Costa, recebeu o Folha na manhã desta segunda-feira (16) onde conversou sobre como a instituição está preparada para, eventualmente, atender casos de Covid-19 (Coronavírus). O fato é que a doença já é uma realidade no Estado, com o próprio Executivo, no âmbito da municipalidade, já ter tomado algumas medidas para impedir a propagação do Covid-19 na cidade. A Santa Casa está preparada, de acordo com Moraes. O planejamento teve início há, pelo menos, três semanas.

“Até aumentamos o número de servidores, na parte de manutenção, para auxiliar a concluir a reforma (na antiga Unidade Intermediária)”, assim, será possível ampliar o número de leitos. “Estamos, lá, com cinco leitos no Pronto Socorro para observação, além de cinco cadeiras reclináveis para os pacientes”, observou Moraes. A entrada, de qualquer forma, será via Pronto Socorro.

Se vier a ocorrer um caso confirmado na Capital da Paz, com necessidade de internação, a Santa Casa está preparada para receber. Já foram alinhavados outros detalhes quanto a necessidade, inclusive, de transferência de pacientes.

A instituição também adotou algumas medidas, como limitação do público interno, suspensão das visitas e serviços ambulatoriais.

Todas as diretrizes, afirma Moraes, seguem recomendações do Ministério da Saúde e são emitidas pela Secretaria da Saúde do Estado (SES).

Funcionamento da UTI
Com exclusividade, o provedor da Santa Casa, Luiz Carlos Moraes Costa revelou que a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) deverá funcionar - em termos oficiais - em 30 dias, conforme comunicação emitida pela secretária de Saúde do Estado, Arita Bergmann, que deu entrada com o processo de abertura da Unidade.

“Em 30 dias ela quer a UTI funcionando em Dom Pedrito”.



Post a Comment

Em "Comentar como:"
Você pode comentar como "Anônimo"

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncie aqui

header ads

Anuncie aqui

header ads

Anuncie Aqui

header ads