7 de outubro de 2019

Lei pode reconhecer relevância cultural do Ponche Verde da Canção Gaúcha


A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul avalia projeto de lei que reconhece, como de Relevante Interesse Cultural do Estado do Rio Grande do Sul, o festival Ponche Verde da Canção Gaúcha, realizado em Dom Pedrito. Se a proposta for aprovada, o evento, promovido anualmente, em novembro, será incluído no Calendário Oficial do Rio Grande do Sul. As informações são do Jornal Minuano.


Na justificativa apresentada ao parlamento gaúcho, junto ao projeto de lei, o deputado Sérgio Turra, do Progressistas, argumenta que ‘o Ponche Verde da Canção Gaúcha desempenha papel fundamental na fixação da identidade do povo rio-grandense’. “Congrega crianças, jovens e adultos, na pura demonstração da arte musical gaúcha”, reforça o parlamentar.

Lei estadual proposta pelo deputado Zé Nunes, do PT, já reconhece como evento de relevante interesse cultural do Estado, o festival Canto Moleque da Canção Nativa, realizado, anualmente, em Candiota. Outra legislação, proposta pelo deputado Luiz Fernando Mainardi, do PT, confere o mesmo reconhecimento à Galponeira de Bagé.


Neste ano, o Ponche Verde acontece nos dias 8, 9 e 10 de novembro e chega à sua 34ª edição ininterrupta. Os produtos referentes ao festival, tais como, pulseiras, cadeiras, camarotes, terrenos para acampamento em breve estarão sendo comercializados no rancho da Praça General Osório. 


0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top