23 de setembro de 2019

Seguem registros de cavalos transitando na BR 293


A incidência de equinos na BR 293 tem preocupado motoristas. Na zona urbana, onde a rodovia se estende por cerca de 5 km, chega a ser corriqueiro o trânsito de animais de grande porte, principalmente cavalos, sobre a pista, colocando em risco condutores. Lembrando que inúmeros acidentes já foram registrados devido ao trânsito de animais de grande porte.

Na tarde de sábado (21), a reportagem flagrou um equino pastando tranquilamente no trevo de acesso ao município, mais adiante, ainda no trevo, outro cavalo pastava. Nas redes sociais, também é corriqueiro que a própria população registre quando equinos estão sobre a pista.

Na estrada do Ponche Verde (RS 634), onde acidentes também já ocorreram, os motoristas praticamente já se acostumaram com os cavalos, geralmente, em grupo. O Comando Rodoviário Estadual já declarou ao Folha que há ciência do problema em questão, no entanto, a falta de responsabilização dos proprietários e de meios de recolhimento dificulta que se tome uma ação efetiva.

Quanto à BR 293, jurisdição da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Folha tentou contato com a delegacia de Bagé, buscando saber se alguma ação de recolhimento de equinos é possível, mas os telefones informados estavam com suas respectivas linhas ocupadas.
Foto: divulgação/redes sociais

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top