Rádio Upacaraí

6 de setembro de 2019

Prédio onde ocorreu incêndio está apto para habitação

Foto: arquivo/Folha

Segundo laudos emitidos e registrados junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul (CREA-RS), o prédio onde um incêndio atingiu o apartamento 302 na noite do dia 26 de junho, deixando quatro vítimas - uma fatal - encontra-se apto para habitação. Os laudos emitidos, elétrico e estrutural, foram remetidos e aprovados pelo Corpo de Bombeiros.

"Conforme vistoria realizada 'in loco', as instalações elétricas do referido prédio foram conferidas e analisadas, a fim de averiguarem-se se as mesmas encontram-se dentro das Normas Técnicas Brasileiras. Não foi encontrada nenhuma irregularidade nas instalações que pudessem ocasionar algum tipo de sinistro. Todas as instalações elétricas incluindo fiação, os eletrodutos e os disjuntores foram bem dimensionados para suas finalidades, não apresentando riscos de superaquecimento na fiação, nos eletrodutos e nem nos disjuntores", afirma o laudo elétrico, concluindo que não há qualquer risco.

O incêndio ocorreu na noite do dia 26 de junho e a causa foi um acidente envolvendo uma lareira ecológica. Nos dias posteriores ao sinistro, o local foi interditado pelo Corpo de Bombeiros, medida de praxe tomada neste tipo de ocorrência, até que vistorias e demais ações necessárias sejam encaminhadas, o que foi feito pela responsável.

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top