Rádio Upacaraí

30 de julho de 2019

Rota internacional de roubo de carros é alvo de ação conjunta entre Polícia Civil e PRF


A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Bagé apreenderam, no final da tarde de ontem (29), um veículo roubado que estava em um condomínio de apartamentos, no centro da cidade.

A polícia chegou até o local a partir de informações trocadas com a Polícia Uruguaia, que informou a prisão de Yesty Mathias Acuna, uruguaio que residia e trabalhava em Bagé. Ele foi preso no dia 27 em Las Piedras, no departamento de Canelones no Uruguai, juntamente com outros três indivíduos uruguaios. Com eles estavam três carros brasileiros - ao menos um deles já se tem confirmação de que era roubado.

As informações trocadas entre as polícias dos dois países permitiu identificar uma complexa rota de carros roubados no Brasil, que são enviados para a região metropolitana de Montevideu, capital Uruguaia. Yesty atua nesse ramo pelo menos desde 2017, quando a polícia cumpriu um mandado de busca e apreensão em sua residência, em uma investigação da Delegacia de Roubo de Veículos do DEIC, na Operação “Macchina Nostra”. Os criminosos receptam carros brasileiros, que são roubados na região de Porto Alegre, promovem a adulteração das placas - inclusive as novas placas do padrão Mercosul - e elaboram documentos falsificados, e enviam os carros para o Uruguai. Lá os carros são vendidos para outros receptadores e utilizados em ações criminosas.

Durante as diligências em Bagé os policiais ainda encontraram, na residência de Acuna, uma estufa preparada para o cultivo de maconha. No local havia, no mínimo, 10 pés de maconha já cultivados, e um completo aparato de iluminação e aquecimento para o cultivo da droga. A polícia também encontrou uma balança de precisão – indicativo do tráfico de drogas.

O delegado Cristiano Ritta, titular da DRACO, destacou que esse é o segundo grupo internacional especializado em roubos de veículo desarticulado pelas polícias esse ano, e o combate aos crimes de fronteira são prioritários. A integração com a Polícia Uruguaia tem permitido que diversos indivíduos sejam presos e dezenas de carros clonados são apreendidos. A Polícia Rodoviária Federal faz um papel importantíssimo nessa fiscalização, tendo atuado em conjunto em diversas apreensões.

Como o suspeito já se encontra recolhido no Uruguai, e por ter nacionalidade daquele país, ele será indiciado e o processo poderá ficar suspenso até que ele ingresse no território brasileiro.

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top