Rádio Upacaraí

3 de julho de 2019

Município vai receber reunião para esclarecer sobre aplicação do herbicida 2,4-D


Em meio à discussão gerada pela deriva do herbicida 2,4-D e prejuízos a algumas culturas no Estado, ocorre na próxima terça-feira (9), no Sindicato Rural, uma reunião técnica para discutir o assunto. Na pauta, a legislação aplicada à recomendação de agrotóxicos com enfoque em produtos hormonais. Promovida pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a reunião é destinada apenas para profissionais das ciências agrárias. O 2-4 D e o Dicamba são herbicidas utilizados para controlar ervas daninhas no cultivo da soja.

“O foco é sensibilizar os profissionais que prescrevem agrotóxicos, principalmente os hormonais, para os cuidados que precisam ter nesta indicação e as responsabilidades cíveis, administrativas e penais a que estão sujeitos”, afirma o chefe da Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários da Seapdr, fiscal estadual agropecuário Rafael Friedrich de Lima, um dos palestrantes.
Grupo de Trabalho (GT)

Por conta da deriva do produto, o governo do Estado instaurou um grupo de trabalho, coordenado pela Seapdr, para discutir propostas para uma utilização mais eficiente do 2-4 D e com menor risco. O GT foi criado através do Decreto nº 54.514 em função de problemas registrados no final de 2018 em algumas lavouras de uva, oliveira, maçã, milho e azevém.

A primeira reunião ocorreu em abril, quando o secretário Covatti Filho apresentou propostas contemplando treinamento específico para a aplicação do 2,4-D, a criação de um sistema de alerta de deriva, um cadastro dos aplicadores do herbicida, a regulamentação da aplicação terrestre, o cadastro e localização dos cultivos comerciais mais sensíveis, a revisão das zonas sensíveis, a criação de um fundo de indenização e a proposição de um técnico executor a campo.

O GT é composto por representantes de diferentes secretarias: da Agricultura, por intermédio da Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários (Disa) e Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Dipov); do Meio Ambiente e Infraestrutura; e da Saúde. Também participam os ministérios Públicos Estadual e Federal, Ministério da Agricultura, Embrapa, Emater, Farsul, Fetag e Famurs.

As inscrições antecipadas devem ser feitas de forma antecipada pelo link https://www.e-inscricao.com/reuniaotecnicaaplicacaode24dedicamba/reuniaotecnicaaplicacaode24dedicamba.

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top