Rádio Upacaraí

2 de março de 2019

Inspetora Ana Carolina repassa dicas para evitar problemas durante o carnaval


 Geralmente, em períodos de festa, aumenta o número de registros de crimes,  principalmente contra o patrimônio. Muitas pessoas aproveitam o feriadão de Carnaval para viajarem e, os criminosos aproveitam alguns descuidos para atuarem. A reportagem do Folha conversou com a inspetora de polícia Ana Carolina Freitas, que atua na Delegacia de Dom Pedrito, para repassar aos leitores algumas dicas de segurança  para quem pretende viajar durante esse feriado e também para os que preferem curtir o Carnaval no clubes da cidade a fim de evitar se tornarem vítimas de criminosos.

 Ana destaca que, se alguns aspectos forem observados, é possível o cidadão viajar ou frequentar clubes durante o Carnaval. "Dom Pedrito, apesar de ser uma cidade de médio porte, apresenta índices de criminalidade de um  município bem maior e algumas pessoas ainda não atentaram para esse fato. O cidadão não pode viver trancado em sua casa, porém, devemos observar que já não se vive em uma cidade tão tranquila como há alguns anos ", enfatiza.

Cuidados com as residências

 A inspetora ressalta que é importante deixar alguém de confiança dos moradores cuidando a residência. Deixar por muito tempo fechada ou com luzes ligadas permanentemente pode chamar a atenção dos criminosos. "O mais indicado messes casos, seria a instalação de sensores de movimento ou fotocélula nas lâmpadas externas", aponta Ana. Também câmeras de videomonitoramento e alarme residencial podem ajudar na proteção do imóvel.

Quem pretende andar pelas ruas durante a noite

 Ana destaca que, a maioria dos assaltos, por exemplo, são praticados contra vítimas que andam distraídas. Portanto, segundo a inspetora, é importante a pessoa observar a movimentação ao redor, durante a noite deve-se transitar por locais iluminados, evitar andar por praças e locais com pouca movimentação de pessoas. "Nunca se deve utilizar um smartphone, por exemplo; isso, além de chamar a atenção dos criminosos, tira a atenção da pessoa para o que acontece, com isso, ela acaba não percebendo a aproximação de um criminoso", orienta.

Como proceder ao presenciar uma briga?

 A inspetora enfatiza que, hoje em dia, é comum algumas pessoas buscarem fotografar ou filmar durante uma briga, ao invés de se protegerem. "Nós temos observado através de câmeras que, quando ocorrem brigas, inclusive com disparos de armas de fogo, algumas pessoas não buscam se proteger, elas permanecem no local tentando filmar o fato. Isso é muito perigoso", pontua, acrescentando que a primeira ação a ser tomada deve ser acionar a Brigada Militar através do telefone 190. "Em hipótese alguma se deve tentar separar uma briga, isso pode transformar alguém que esta tentando ajudar em vítima", salienta.

No final de uma festa, quais cuidados tomar?

 Muitas brigas ocorrem no final de festas. Diante disto, a inspetora Ana destaca que é sempre importante prestar atenção na saída de clubes. "Muitas pessoas utilizam táxis ou motoristas particulares para irem às festas, portanto, é importante agendar um horário previamente para evitar ficar muito tempo aguardando o transporte, principalmente as mulheres.
 Nunca aceitar carona de pessoas estranhas, principalmente alcoolizadas", destaca a inspetora.

"A ocasião faz o ladrão"

 Ana ressalta que muitas pessoas deixam aparelhos eletrônicos, bolsas e outros pertences dentro de veículos, o que deve ser evitado. "Esses objetos podem se tornar um 'chamariz' para os criminosos.
 O melhor meio para evitar danos ao patrimônio é a prevenção", conclui.

0 comentários:

Copyright © FOLHA DA CIDADE | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top